(Última hora) Pandemia: No distrito de Beja já não há concelhos em risco extremo.


Quatro concelhos do distrito de Beja estão entre os 14 em risco muito elevado de contágio face à pandemia de covid. Sete estão em risco moderado o mais baixo da escala.

Na taxa de incidência acumulada superior a 480 por 959 mil habitantes, estão os Municípios de Aljustrel, Barrancos, Castro Verde e Ferreira do Alentejo. Há três concelhos em risco elevado e sete em moderado.

O número de concelhos de risco elevado, entre 240 a 479 por 100 mil habitantes também diminuiu, de 115 para 96.

Entre os 120 e os 239 novos casos encontram-se 114 municípios. Este é o novo patamar a partir do qual a atualização da “Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2”, divulgada na passada sexta-feira pela DGS, prevê a realização de rastreios em contexto comunitário e laboral.

Com menos de 120 casos por 100 mil habitantes há 81 concelhos.

Os concelhos do distrito, um a um, segundo o grau de risco. Extremamente Elevado (mais de 960 casos/100 mil habitantes): Não há concelhos do distrito, Muito Elevado (de 480 a 960 casos/100 mil habitantes): Aljustrel (616), Barrancos (796), Castro Verde (489) e Ferreira do Alentejo (880), Elevado (de 240 a 480 casos/100 mil habitantes): Mértola (374), Moura (394) e Odemira (299), Moderado (menos do que 240 casos/100 mil habitantes): Almodôvar (59), Alvito (121), Beja (173), Cuba (218), Ourique (195), Serpa (210) e Vidigueira (73).

Dados da Direção-Regional da Saúde, reportados esta segunda-feira, 1 de março, tendo como incidência cumulativa a 14 dias, entre 10 e 23 de fevereiro, (https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2021/03/364_DGS_boletim_20210301.pdf), folhas 3 a 5.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
970x90_logo