Pandemia: 219 municípios em risco extremo.


Sete concelhos do distrito de Beja têm uma situação menos grave, num país com 219 municípios em risco extremo face à pandemia de covid. Apenas 89 concelhos de um total de 308 não estão em risco extremo.

Na taxa de incidência acumulada superior a 960 por 100 mil habitantes, risco extremo, não se encontram os concelhos de Almodôvar (595), Alvito (444), Barrancos (918), Ferreira do Alentejo (778), Odemira (732), Serpa (874) e Vidigueira (472)

Os restantes sete Municípios, Aljustrel (2571), Beja (1689), Castro Verde (1310), Cuba (2133), Mértola (1563), Moura (2318) e Ourique (1237) estão abrangidos pelo último grau de risco da covid-19.

Os concelhos do distrito, um a um, segundo o grau de risco. Extremamente Elevado (7): Aljustrel (2571), Beja (1689), Castro Verde (1310), Cuba (2133), Mértola (1563), Moura (2318) e Ourique (1237), Muito Elevado (6): Almodôvar (595), Barrancos (918), Ferreira do Alentejo (778) Odemira (732), Serpa (874) e Vidigueira (472) e Elevado (1): Alvito (444)

Velas, ilha de São Jorge, nos Açores, lidera um restrito lote de municípios, oito no total, com menos de 100 casos por 100 mil habitantes, a 14 dias, entre 20 de janeiro e 2 de fevereiro, segundo dados da Direção-Regional da Saúde, reportados esta segunda-feira (343_DGS_boletim_20210208), folhas 3 a 5.

Na lista dos concelhos com menos de 100 casos, um fica na Madeira, São Vicente, e os outros sete nos Açores: Calheta, 31 por 100 mil habitantes – não confundir com Calheta, na Madeira, que tem 405 por 100 mil/habitantes – Lagoa, 68, Nordeste, 82, São Roque do Pico, 61, Vila do Porto, 53, e Santa Cruz da Graciosa, 48.

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado esta segunda-feira, 219 dos 308 concelhos portugueses (71,1%) estão em risco extremo. São menos 15 em relação à análise divulgada a 25 de janeiro os municípios em risco extremo, com mais de 960 casos por 100 mil habitantes. Apenas 89 concelhos de um total de 308 não estão em risco extremo.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
970x90_logo