TECNOCRÓNICA: OMS na ordem do dia e ainda outras plataformas


Ademar Dias

Jornalista

Rádio Horizonte Algarve/ Tavira

A Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou uma colaboração com a Wikipedia, uma enciclopédia ‘online’ de livre acesso e participação comunitária, para difusão de informação fidedigna e atualizada sobre a covid-19, contra uma “pandemia de desinformação”.

A Organização Mundial de Saúde anunciou uma colaboração com a Wikipedia, uma enciclopédia ‘online’ de livre acesso e participação comunitária, para difusão de informação fidedigna e atualizada sobre a covid-19, contra uma “pandemia de desinformação”.

A colaboração vai permitir disponibilizar “informação confiável sobre saúde pública” num momento em que vários países enfrentam novos e mais graves surtos de covid-19, refere a OMS.

“Através da colaboração, as pessoas em todo o mundo vão poder aceder e partilhar infografias, vídeos, e outros conteúdos sobre saúde pública da OMS na Wikimedia Commons, uma biblioteca digital de imagens e conteúdos multimédia de livre acesso. Com estes recursos de livre acesso, os mais de 250 mil editores voluntários da Wikipedia podem trabalhar a partir dessa informação e expandir a página dedicada à covid-19, que atualmente disponibiliza mais de 5.200 artigos em 175 línguas relacionados com o novo coronavírus”.

O documento refere ainda que os conteúdos da OMS vão ser traduzidos para línguas nacionais e regionais com o contributo da rede global de voluntários da Wikipedia.

Os portugueses passam, em média, 129 minutos por dia nas redes sociais, sendo Portugal o quinto país da União Europeia com maior utilização destas plataformas e, por conseguinte, dos mais expostos a fenómenos como desinformação e propagação política.

Os dados surgem num relatório do Centro Comum de Investigação, o serviço científico interno da Comissão Europeia, sobre “Tecnologia e democracia”, realizado por investigadores comunitários para “compreender a influência das tecnologias digitais no comportamento político e na tomada de decisões”.

Segundo o documento, no ano passado, “48% dos cidadãos da UE utilizavam redes de sociais todos os dias ou quase todos os dias”, sendo que “o tempo médio diário de utilização – através de qualquer dispositivo – variou entre os 129 minutos por dia em Portugal e os 64 minutos na Alemanha”.

No que toca ao peso das redes sociais na utilização digital dos cidadãos da UE, Portugal ocupava em janeiro de 2020 o quinto lugar entre os Estados-membros que mais utilizavam estas plataformas, antecedido por Malta, Chipre, Eslovénia e Dinamarca.

O TikTok anunciou que vai passar a explicitar o motivo que levou à eliminação de um vídeo na sua plataforma.

Anteriormente, quando era eliminado um vídeo, a empresa indicava apenas que as “diretrizes da comunidade” haviam sido violadas. Agora, o motivo vai passar a constar na mensagem enviada pelo TikTok.

Segundo o The Verge, o TikTok ainda permite aos utilizadores recorrerem da decisão caso sintam que a decisão não é a correta.

O Disney+ ganhou mais uma funcionalidade em Portugal. Com o GroupWatch vai ser possível que várias pessoas (até sete) consigam ver os mesmos conteúdos à distância, os quais são sincronizados através de televisões inteligentes ou smartphones.

O GroupWatch pode ser encontrado na área de “Detalhes” de filmes e séries disponíveis no serviço de streaming. Caso decida iniciar uma sessão conjunta, pode convidar até mais seis pessoas por via de um link específico enviado através de uma mensagem. Durante a visualização, os participantes do GroupWatch podem mesmo interagir, enviando reações por via de emojis.

No cinema, estreia esta semana o filme “As Bruxas de Roald Dahl” (“The Witches” no título original).

Nesta comédia, o realizador Robert Zemeckis reimagina a adorada obra de Dahl para um público moderno. A sua visão inovadora conta a história emocionante e humoristicamente sombria de um jovem órfão (Bruno) que em 1967, vai viver com a sua Avó (Spencer) numa cidade rural do Alabama, Demopolis. Mas quando o rapaz e a Avó encontram umas bruxas encantadoras, mas diabolicamente traiçoeiras, a avó decide levar o neto para um luxuoso resort à beira-mar. Nota para a atriz Anne Hathaway que aqui surge no papel da Grande Bruxa-Mor.

Trailer emhttps://www.youtube.com/watch?v=4rLuFiTl7q4&feature=emb_logo


Share This Post On
970x90_logo