Ovibeja: Programa de Estabilidade do Governo domina dia de visitas dos políticos.


O Projeto de Estabilidade do Governo do PS, foi o alvo das atenções e dos comentários dos políticos ontem na Ovibeja. António Costa, foi lacónico, Assunção Cristas, jogou ao ataque e Passos Coelho, não viabiliza.

COSTA Lellos_800x800Assunção Cristas, presidente do CDS e ex-Ministra da Agricultura, foi a primeira visita política da Ovibeja e depois de uma visita “entrou ao ataque” contra o Governo Socialista,  depois de se saber que o seu partido tinha apresentado um projeto de resolução para levar a votos no parlamento o Programa de Estabilidade apresentado pelo Governo.

Cristas, lançou críticas ao Executivo “por não ter levado ao parlamento para discussão o Programa de Estabilidade, ao mesmo tempo em que se discutiu o Programa Nacional de Reformas”.

Depois da líder centrista foi a vez do Primeiro-ministro visitar o certame. Primeiro encerrou a sessão do Prémio Nacional de Agricultura e depois de uma demorada visita, falou, muito pouco, aos jornalista preferindo abordar a importância da Ovibeja no contexto da agricultura. Quando questionado sobre as acusações de Assunção Cristas, foi lacónico: “não comento”.

Por seu turno, o presidente do PSD considerou, esta sexta-feira, que o Programa de Estabilidade é “uma mistificação” e o Nacional de Reformas “não traduz uma estratégia de futuro”, referindo que o partido não apoiará os programas caso sejam votados no parlamento.

“Parece-nos que o Programa de Estabilidade não tem qualquer adesão à realidade, nessa medida é uma mistificação e é uma ilusão para os portugueses, porque promete objetivos cujos instrumentos de realização, cujas medidas que dão noção da concretização desses objetivos estão ausentes do programa”, disse Pedro Passos Coelho, aos jornalistas, durante uma visita à feira de agropecuária Ovibeja.

O dia foi fechado pelo Secretário-geral do PCP, tendo Jerónimo de Sousa, considerado que “o distrito precisa de investimentos porque tem potencialidades e só assim conseguirá o tão desejado desenvolvimento. Não preciso derrubar certos obstáculos para conseguir esses anseios das gentes deste distrito”.

Hoje o dia fica marcado pela visita do Presidente da República e a homenagem a Castro e Brito.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
970x90_logo