IPBeja: As colocações na 2ª fase do concurso foram de 38,2% das vagas.

Pin It

No Instituto Politécnico de Beja foram colocados 134 alunos, quando existiam 350 vagas, 38,2%. Na Escola Agrária do IPBeja das 139 vagas foram colocados 10 alunos, somente 7,1%.

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, divulgou os resultados da 2ª fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2020. No que diz respeito ao Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) existiam 350 vagas e foram colocados 134 estudantes, o que equivale a 38,2%, ainda assim, mais 20% do que no ano passado, em que existiam 335 e foram colocados 95 candidatos. Para a 3ª fase de 2020, restam, pelo menos, 216 vagas.

Nas duas fases do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior 2020, no IPBeja existiam 594 vagas iniciais a que se juntaram mais 10 vagas de recolocação e adicionais, houve 457 interessados.

No total dos quatro estabelecimentos do IPBeja, com 16 cursos, o destaque mais uma vez e sempre pela negativa é da ESAgrária que somente teve “o interesse” de 10 alunos para as 139 vagas. No pólo contrário contínua, há muitos anos, o Curso de Enfermagem, que de novo admitiu todos os alunos para as 16 vagas existentes nos cursos de Enfermagem e Terapia Ocupacional.

Vejamos as vagas, colocações e os lugares por ocupar nos quatro estabelecimentos do IPBeja:

Escola Superior Agrária (4 cursos: 137 vagas + 2 vagas de recolocação, 8 colocados + 2 colocados sem classificação final/ 129 sobrantes): Agronomia: 45 (vagas), 2 (vagas de recolocação), 7 (colocados), 1 (colocados sem classificação final) e 39 (sobrantes); Engenharia do Ambiente: 31 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 0 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 31 (sobrantes); Ciência e Tecnologia dos Alimentos: 29 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 1 (colocados), 1 (colocados sem classificação final) e 27 (sobrantes) e Tecnologias Bioanalíticas: 32 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 0 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 32 (sobrantes).

Escola Superior de Educação (4 cursos: 55 vagas + 1 vagas de recolocação, 32 colocados + 2 colocados sem classificação final/ 22 sobrantes): Audiovisual e Multimédia 17 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 12 (colocados), 1 (colocados sem classificação final) e 4 (sobrantes); Serviço Social: 10 (vagas), 1 (vagas de recolocação), 11 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 0 (sobrantes); Desporto: 6 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 6 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 0 (sobrantes) e Educação Básica: 22 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 3 (colocados), 1 (colocados sem classificação final) e 18 (sobrantes).

Escola Superior de Tecnologia e Gestão (6 cursos: 132 vagas + 6 vagas de recolocação + 1 vagas adicionais, 70 colocados + 4 colocadas sem classificação final/ 65 sobrantes): Solicitadoria (regime de ensino a distância): 22 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 1 (vagas adicionais), 22 (colocados), 1 (colocados sem classificação final) e 0 (sobrantes); Engenharia Informática: 56 (vagas), 3 (vagas de recolocação), 0 (vagas adicionais), 12 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 47 (sobrantes); Gestão de Empresas: 8 (vagas), 3 (vagas de recolocação), 0 (vagas adicionais), 11 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 0 (sobrantes); Solicitadoria: 5 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 0 (vagas adicionais), 5 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 0 (sobrantes); Turismo: 20 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 0 (vagas adicionais), 17 (colocados), 3 (colocados sem classificação final) e 0 (sobrantes) e Gestão de Empresas (regime pós-laboral): 21 vagas, 0 (vagas de recolocação), 0 (vagas adicionais), 3 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 18 (sobrantes).

Escola Superior de Saúde (2 cursos: 16 vagas/ 16 colocados/ 0 sobrantes): Terapia Ocupacional: 11 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 11 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 0 (sobrantes) e Enfermagem: 5 (vagas), 0 (vagas de recolocação), 5 (colocados), 0 (colocados sem classificação final) e 0 (sobrantes); 

Para os estudantes agora colocados, a matrícula e inscrição é realizada entre 15 e 19 de outubro junto da instituição de ensino superior. Cada instituição de ensino superior decide, para cada um dos seus cursos, sobre a abertura da terceira fase do concurso.

Quando uma instituição de ensino superior decide abrir terceira fase do concurso, fixa ainda o número de vagas, em valor igual ou inferior às vagas sobrantes da segunda fase acrescidas das vagas não ocupadas pelos estudantes colocados nesta fase que não realizaram a matrícula e inscrição.

As vagas colocadas a concurso na terceira fase são divulgadas no dia 22 de outubro no sítio da Internet da Direção-Geral do Ensino Superior (http://www.dges.gov.pt). A candidatura à terceira fase do concurso é apresentada entre 22 e 26 de outubro através do sistema online, disponível no sítio da Internet da DGES (http://www.dges.gov.pt).

Teixeira Correia

(jornalista)

 

Pin It
Share This Post On
970x90_logo