Futebol: Jogadores do Vitória de Setúbal protestam em Moura (com vídeo).


O plantel principal do Vitória de Setúbal, do Campeonato de Portugal, protestou esta sexta-feira em Moura contra os quatro meses de salários em atraso no clube.

Os sadinos venceram a equipa local por 3-1, em partida em atraso da primeira jornada da série H do Campeonato de Portugal.

Além de os jogadores suplentes e elementos da equipa técnica terem exibido uma tarja com a mensagem “Tudo pelo Vitória, exigimos respeito”, os titulares do conjunto sadino ficaram imobilizados no terreno de jogo (VÍDEO NO FINAL DA NOTÍCIA), enquanto os jogadores adversários trocaram a bola no seu meio-campo.

No encontro realizado em Moura, o Vitória de Setúbal ganhou com golos de Zequinha (aos nove e 90+1 minutos) e de Mathiola (40). Pela equipa alentejana marcou Lucas Bridey, aos 64. Com os três pontos conquistados, o conjunto setubalense, com quatro partidas realizadas, partilha agora a liderança da série H com o Amora, ambos com 10 pontos.

Na quarta-feira, o plantel do Vitória de Setúbal tinha decidido, após reunião com o Sindicato dos Jogadores, que jogaria esta sexta-feira em Moura, mas essa tomada de posição não impediu que avançassem com um pré-aviso de greve para a ronda seguinte.

Sem receberem nenhum vencimento desde o início da época, os jogadores entenderam ser essa a decisão a tomar, apesar de o presidente do clube, Paulo Rodrigues, ter assegurado que na segunda-feira vai regularizar um salário até mil euros a cada atleta.

A 3 de novembro, o Sindicato dos Jogadores, depois de ter reunido com os atletas no estádio do Bonfim, já tinha ativado o Fundo de Garantia Salarial para fazer face às necessidades mais urgentes.

Fotografia: António Santos Foto

Vídeo: MAC/ Rui Filipe


Share This Post On
970x90_logo