Futebol: Associação de Beja termina campeonatos de seniores da 1ª e 2ª Divisão.


A Associação de Futebol de Beja deu por concluídos os Campeonatos Distritais de Seniores de Futebol de 11 da 1ª e 2ª Divisão. A A.C.D.Penedo Gordo vai ser convidada e deverá subir aos Nacionais.

A direção da Associação de Futebol de Beja (AFBeja) emitiu hoje dois comunicados onde informa que “deliberou par por concluídos os Campeonatos Distritais da 1ª e 2ª Divisão” na categoria de seniores, depois de “reunir com os clubes filiados, participantes nas competições”.

Nos documentos, o presidente da Direção, Pedro Xavier, justifica que depois de analisar “a retoma das competições”, e ponderados os vários fatores relativos à situação epidemiológica, “os clubes foram sensíveis, e a maioria disponíveis, a considerar o término do campeonato da presente data”, rematou.

A AFBeja não esclarece como se vão processar as subidas do Distrital da 1ª Divisão para o Campeonato de Portugal e da 2ª Divisão para a 1ª Distrital, o que está gerar muita polémica nos meios futebolísticos do distrito de Beja.

No comunicado nº23, emitido em 23 de novembro de 2020, a entidade organizadora das competições distritais esclarece que “por força da legislação aprovada para o efeito (pandemia de convid-19) ou decisão Governo que não permita realizar jogos ou terminar as competições”, a qualificação para a competição superior e, relegação para competição inferior, baseado na “na melhor pontuação. Se as equipas não tiveram o mesmo número de jogos, será aplicado o cálculo por coeficiente de pontos de jogos”.

Aplicada esta última fórmula, a Associação Cultural e Desportiva do Penedo Gordo, concelho de Beja, que jogou 2 jogos e ganhou ambos, tendo uma média de 3 pontos por jogo, será o representante do distrito no Campeonato de Portugal 2021/2022. Aquando da interrupção o Penedo Gordo era 3º classificado, com o FCSerpa a liderar com 10 pontos em 4 jogos e o Vasco da Gama de Vidigueira no 2º lugar com 7 pontos em 3 jogos.

Quanto ao Campeonato Distrital da 2ª Divisão, que era disputado em três séries com um total de 22 equipas e que numa fase final apurava duas equipas para a subida à 1ª Divisão, tem no São Marcos, concelho de Castro Verde, e no Renascente de São Teotónio, concelho de Odemira, as equipas com melhores coeficientes.

Ouvido pelo Lidador Notícias (LN), o presidente da AFBeja, confirmou que “a decisão já foi transmitida aos clubes, com base no comunicado de 23 de novembro, e vai ser alvo de um comunicado oficial”, acrescentando que em função da aplicação dos coeficientes “vão ser convidados o Penedo Gordo, para subir ao Nacional e o São Marcos e o Renascente, para a 1ª Divisão Distrital”, rematou.

Em Serpa, a contestação é grande, tanto da parte do Futebol Clube de Serpa como do União Serpense, que defendiam que a prova tinha condições para prosseguir, argumentando que houve alturas em que se disputaram jogos com centenas de casos positivos de covid-19 por todo o distrito.

Recorde-se que a pandemia de covid-19 esteve na origem, em finais de novembro de 2020, da desclassificação e descida de divisão, por falta de comparência em três jogos, do Odemirense, Praia de Milfontes e Aldenovense, que disputavam o Campeonato Distrital da 1ª Divisão. Depois em janeiro, o Clube de Futebol Guadiana de Mértola, decidiu suspender a participação da equipa na mesma competição, conhecido o mesmo destino que os três clubes desclassificados.

A Associação Cultural e Desportiva do Penedo Gordo esteve em destaque no suplemento “Ataque” do Jornal de Notícias (JN), publicado no dia 8 de setembro de 2019, na véspera da disputa de uma partida da Taça de Portugal, onde o então e atual treinador, António Calatróia, revelava que o clube “sonha com o título distrital e a participação no Campeonato de Portugal”, sustentando que apesar de localizado na periferia de Beja “deixámos de ser um clube da aldeia e somos cada vez mais um da cidade”, justificou.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
970x90_logo