Mértola: Situación muy complicada en la casa de la Misericordia.


Mais três mortes hoje por covid-19. São dezasseis as vítimas no surto do lar da Misericórdia.

Com a morte de duas mulheres e um homem, con edades comprendidas entre 85 y 87 años de edad, ocorridas durante esta quarta-feira, se elevó a 16 o número de mortes por covid-19 no lar da Santa Casa da Misericórdia de Mértola (SCMM).

As duas mulheres faleceram no Hospital José Joaquim Fernandes, en Beja, e o homem na Zona de Concentração e Apoio à População (ZCAP), ensamblado por el Ayuntamiento de Mértola (CMM), en el Pabellón Municipal de Deportes.

Com exceção da primeira vítima mortal, una mujer 91 años de edad, que tuvo lugar el 30 diciembre, as restantes quinze aconteceram entre sábado e quarta-feira, oito em cada uma das unidades, Hospital de Beja e ZPAC de Mértola, en que lugar 11 das vítimas são do sexo feminino e cinco do sexo masculino.

La estructura residencial para personas mayores (ERPI) mertolense tem vivido momentos dramáticos, já que dos 71 usuarios, solamente 6 não testaram positivo à covid-19. Também entre os profissionais da ERPI as coisas não estão melhores já que 36 empleadas, incluindo a diretora técnica, testaram positivo, o que já levou ao reforço de pessoal por parte da Segurança Social e ao apelo de Jorge Rosa, presidente da CMM, a Jorge Seguro Sanches, secretário de Estado e coordenador regional do Alentejo no combate à covid-19, para que “sejam disponibilizados outros recursos humanos”.

Segundo os dados divulgados hoje pela Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) en el municipio de Mértola existen 121 casos activos de un total de 226 que se han registrado desde el comienzo de la pandemia. El número total de muertes es 18, en que lugar 16 son del estallido de la casa Misericórdia.

Nos últimos números da Direção-Geral da Saúde (DGS), Mértola apresenta 782 casos nos últimos 14 días para 100 mil habitantes, sendo considerado Município de risco elevado, pero, poderá ver esse estado agravado para concelho de risco muito elevado.

Teixeira Correia

(periodista)


Compartir este mensaje en
970x90_logo