Cuba: Surto de covid-19 no lar da Santa Casa tem 93 infetados.


A Estrutura Residencial para Pessoas Idosas cubense regista 93 casos ativos, sendo 67 utentes e 26 funcionários de um total de 74 utentes e 43 funcionários.

A Câmara Municipal de Cuba (CMC) divulgou em comunicado que após uma nova testagem à covid-19 efetuada a toda a população do lar da Santa Casa da Misericórdia de Cuba (SCMC) revelou a existência de um forte aumento de casos positivos, com mais 60 casos positivos, 45 utentes e 15 funcionários.

No total a cubense regista 93 casos ativos, sendo 67 utentes e 26 funcionários de um total de 74 utentes e 43 funcionários. A Estrutura Residencial para Pessoas Idosas (ERPI) cubense regista 93 casos ativos, sendo 67 utentes e 26 funcionários de um total de 74 utentes e 43 funcionários. Dos testes efetuados no domingo, 45 utentes testaram positivo, 1 inconclusivo e 5 negativos, enquanto que entre os funcionários 15 testaram positivo e 17 negativos.

O surto foi despoletado no início do ano na sequência de um resultado positivo detetado em uma funcionária, tendo a 4 de janeiro os primeiros testes revelado a existência de covid-19 em quatro funcionárias e um utente.

Na passada quinta-feira quando foram conhecidas as infeções em 22 utentes, foi colocada a possibilidade de os mesmos serem transferidos para o Centro de Acolhimento Covid-19 da Base Aérea (BA) 11, em Beja, o que acabou por não acontecer depois de técnicos da Autoridade de Saúde Pública (UPS) da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) ter vistoriados as instalações e dado autorização para separar os utentes.

Ao Lidador Notícias (LN), Francisco Orelha, Provedor da Santa Casa, justificou que a instituição “tem passado por momentos muito complicados. De quatro cozinheiras chegámos a ter só uma a trabalhar. Tudo temos feito para defender os nossos utentes, mas não está a ser fácil” concluiu o antigo presidente da Câmara Municipal de Cuba.

Para dar melhores condições de segurança aos seus utentes, a Santa Casa da Misericórdia de Cuba está a efetuar melhoramentos no 1º piso do edifício do Convento do Carmo, estando a ser realizadas melhorias nas casas de banho, nos pavimentos dos quartos e termo acumuladores, visando aumentar a capacidade de acolhimento, internamento e quarentenas.

Esta situação resulta de um protocolo assinado entre a Santa Casa e a Câmara Municipal para a constituição de uma Zona de Concentração de Apoio à População (ZCAP), disponibilizando 48 camas visando o apoio às ERPI’s de Cuba e Vila Alva.

Segundo os últimos dados divulgados pela ULSBA e referentes às 24,00 de domingo, dia 10 de janeiro, no concelho de Cuba, há 154 casos ativos de covid-19, de um total de 280 que já se registaram desde o início da pandemia, contando com 122 recuperados e 4 vítimas mortais.

Ontem a Direção-Geral da Saúde (DGS), revelou que o Município de Cuba apresenta uma incidência cumulativa de 1.197 casos, a 14 dias por 100 mil habitantes, no período de 23 de dezembro a 5 de janeiro, sendo considerado um concelho de risco extremamente elevado.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
970x90_logo