Covid-19: Hospital de Beja recebeu doente de Lisboa e Vale do Tejo.


O Hospital José Joaquim Fernandes (HJJF), em Beja, recebeu um doente infetado com covid-19 procedente de um hospital da Unidade Local de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ULSLVT).

A transferência ocorreu durante esta semana, não tendo a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) concretizado se o doente foi internado na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do hospital bejense. Fonte da ULSBA referiu que “sempre que há disponibilidade e surjam pedidos, estamos abertos a receber doentes de outras unidades”, justificou.

O HJJF tem 8 camas na UCI, que tem registado sempre uma ocupação de 100%, face à gravidade de alguns doentes, que sempre que há algum óbito transitam o internado mais grave da Enfermaria Covid que funciona no 3º piso daquele hospital.

De acordo com o relatório da ULSBA correspondente às 24,00 horas de quinta-feira, há 8 internatos na UCI e 63 na Enfermaria Covid, justifica a instituição na sua página na internet que “o Hospital de Beja tem 71 camas em enfermaria e estamos com uma taxa de 88,73% de ocupação”, acrescentando que “face às 36 camas previstas na última fase do Plano de Contingência da instituição a ocupação é de mais 75%”, justificam.

Além dos internamentos, o relatório da ULSBA revela que nos treze concelhos do distrito de Beja, exceção de Odemira, da sua área de jurisdição médica, há 1845 casos ativos, de um total de 5.778, tendo nas últimas 24 horas ocorrido o registo de 76 novos infetados, além de 2.898 pessoas em vigilância ativa na sua residência.

O número de vítimas mortais por covid-19 é de 189, sendo que no concelho de Beja há o registo de 51 mortos, 28 em Mértola, 27 em Moura, 24 em Serpa e 20 em Cuba, a esmagadora maioria em surtos em lares.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
970x90_logo