Castro Verde: Indivíduo que incendiou a casa, fica em liberdade provisória.


O indivíduo  que incendiou a habitação com a mãe e duas irmãs no interior, fica em liberdade provisória, sujeito ao cumprimento de três medidas de coação.

Ficou em liberdade provisória, a pedreiro, de 51 anos, que no passado dia 12 de fevereiro, provocou um incêndio na residência, onde habitava com a mãe de 91 anos, no lugar da Galeguinha, freguesia de Entradas, concelho de Castro Verde.

O indivíduo foi detido por inspetores da Diretoria do Sul da Polícia Judiciária na passada quarta-feira, tendo no sai seguinte sido presente para primeiro interrogatório no Tribunal de Almodôvar, ficando sujeito ao cumprimento de três medidas de coação, para manter a liberdade.

Sem antecedentes criminais, o pedreiro, tem a obrigação de se apresentar semanalmente no posto da autoridade policial da sua residência, proibição de contar com a mãe e permanecer nas imediações da sua residência e sujeitar-se a tratamento de dependência alcoólica em instituição especializada.

Caso não cumpra as decisões judiciais, o indivíduo será alvo de um mandado de detenção e ficará em prisão preventiva a aguardar julgamento.

Num quadro de embriaguez e de uma discussão familiar com a mãe e as duas irmãs, o homem lançou gasolina em diversos pontos da habitação e anexos e ateou-lhes fogo. A pronta intervenção dos bombeiros maiores danos, mas colocou contudo em perigo de vida os três familiares que ali se encontravam.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
970x90_logo