Autárquicas 2021: Tomé Panazeite candidato do PS à Câmara de Serpa.


A Comissão Política da Concelhia de Serpa do Partido Socialista (PS) aprovou a candidatura do independente Tomé Guerreiro Panazeite como candidato à presidência da Câmara Municipal de Serpa, nas próximas eleições autárquicas.

O PS em Serpa entende que Tomé Panazeite, representa uma nova etapa para o Município de Serpa, construída sobre os valores da Democracia, da Honestidade e da Igualdade. A mudança que o concelho precisa, que os cidadãos anseiam e que tanto merecem.

Natural da Freguesia de Vila Nova de São Bento, residente em Serpa, Engenheiro Agrónomo, Licenciado pela Escola Superior Agrária de Beja, onde completou, também, uma pós graduação em Agronomia. Serviu o país durante 34 anos, na Guarda Nacional Republicana, onde atingiu o topo de carreira como Sargento-mor.

Tomé Panazeite é atualmente Empresário Agrícola, o candidato é um defensor do mundo rural e um apaixonado pela agricultura biológica. Formado nessas mesmas áreas, implementa e contribui para a divulgação dessas práticas agrícolas, quer acompanhando produtores no terreno, quer intervindo em sua defesa em colóquios e seminários no âmbito geral da agricultura.

Foi em 2017, candidato do PS à presidência da União de Freguesias de VNSB e Vale de Vargo, ocupando o lugar de membro da Assembleia de Freguesia, o que lhe trouxe experiência e prática na vida política, uma vez que tem vindo a exercer a sua função de forma ativa e consistente.

Segundo a Concelhia de Serpa do Partido Socialista “a presente candidatura alicerça-se no projeto que o PS de Serpa tem vindo a defender ao longo dos últimos anos, uma vez que as questões de fundo continuam em aberto no concelho”.

Esta é a segunda conhecida à Câmara de Serpa depois de anunciado o nome de José Damião Felix, que lidera a lista do PSD/CDS-PP, devendo a CDU renovar a sua confiança no atual presidente Tomé Pires que em 2017 conseguiu 49,04% dos votos, contra os 32,20% de Manuel Gomes, candidato do PS.

O Município de Serpa conheceu desde 1976 somente três presidentes de Câmara e todos da CDU: Satiro Costa Louzeiro (3 anos) 1976-1979, João Manuel Rocha Silva (33) 1979-2012 e Tomé Martins Pires (9) 2012-2021.

Teixeira Correia

(jornalista)


Share This Post On
970x90_logo