Vidigueira: Julgado por deixar cavalos à solta, que provocaram acidentes.

Um indivíduo de 40 anos, residente em Vila de Frades, concelho de Vidigueira, começa hoje a ser julgado no Tribunal de Beja acusado de três crimes de atentado à segurança rodoviária.

Em causa está o facto de os seus cavalos que andavam à solta na Estrada Nacional (EN) 258 terem provocado dois acidentes dos quais resultaram estragos nas viaturas de 1.900 euros e ferimentos num dos condutores. Uma viatura da GNR esteve envolvida num terceiro caso, tendo o condutor conseguido evitar o embate com o equídeo.

Os casos ocorreram na EN 258, entre as localidades de Vila Alva e Vila de Frades, tendo o primeiro que envolveu a viatura da Guarda, ocorreu no dia 10 de maio de 2017, não tendo os militares e a viatura saído ilesos do incidente. Quinze dias depois ocorreu o segundo caso não tendo o condutor conseguido evitar o embate com o animal, destruído a frente da viatura. Novo caso ocorreu no dia 30 de novembro do mesmo ano, com o condutor danificado a viatura e a ter que ser conduzido para o Hospital de Beja, tendo o animal morrido.

O individuo esta acusado de ter levar os cavalos a pastar para terrenos que não lhe pertenciam e deixar os mesmos à solta, do que resultava perigo para que circulasse naquela via.

O individuo vai ser julgado por um Tribunal Coletivo, presidido pelo juiz Vítor Maneta e arrisca uma pena de prisão superior a cinco anos.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo