(Atualizada) Ourique: Comandante dos bombeiros ferido em despiste de autotanque.

Mário Batista, comandante dos bombeiros de Ourique sofreu ferimentos graves no despiste de autotanque. Transportado para o Hospital de Beja está livre de perigo.

O capotamento de um autotanque dos Bombeiros de Ourique, causou na manhã desta segunda-feira, ferimentos graves no comandante da corporação, Mário Batista, 39 anos que foi transportado para o Serviço de Urgência do Hospital de Beja.

O acidente ocorreu às 12,00 horas, ao quilómetro 54, da Estrada Nacional 123, a escassos 3.000 metros de Ourique, na ligação a Garvão para onde a viatura se dirigia, com 18.000 litros no depósito para abastecimento à população, tendo como único ocupante o Mário Batista.

Fonte dos bombeiros de Ourique revelou ao Lidador Notícias (LN), que “o nosso comandante foi estabilizado pelo médico e enfermeiro da VMER e apesar do seu estado, está consciente e não corre perigo de vida”, rematou o nosso interlocutor.

Por motivos ainda não apurados, a viatura foi à berma, e devido à muita chuva que caiu nos últimos dias o terreno cedeu e levou ao capotamento do pesado.

Mário Batista, bombeiro da corporação de Ourique há 17 anos, foi empossado como comandante da corporação em finais de outubro de 2016, substituindo Eduardo Guerreiro, que tinha falecido em 19 de setembro desse mesmo ano.

No local do acidente estiveram 9 operacionais dos bombeiros de Ourique, VMER do Hospital de Beja e GNR, apoiados por 5 viaturas.

OUTROS ACIDENTES COM BOMBEIROS.

CASTRO VERDE, 2 de agosto de 2017

O capotamento de um autotanque dos bombeiros causou quatro feridos, em Castro Verde.

Três das vítimas ficaram em estado grave e outra foi considerado ferido ligeiro. Dois dos feridos graves, Luís Matos (39 anos) e Ricardo Romão (25 anos), foram transportados para o Hospital de Beja, para onde foi levada também a vítima ligeira, Daniela Mariano (25 anos).

O terceiro ferido grave e o que inspirava maiores cuidados é o Adjunto de comando dos B. V. de Castro Verde, Fernando Nascimento, de 43 anos, que conduzia o autotanque. Estava, pelas 17.30 horas, a ser assistido no local, à espera de meio aéreo.

O veículo, onde seguiam os quatro bombeiros que iam combater um incêndio, entrou em despiste à saída de Castro Verde, na localidade de Casével, na Estrada Municipal 508. O autotanque pertencia à corporação de Castro Verde.

BEJA, 4 de outubro de 2015

Cinco bombeiros da corporação de Beja ficaram encarcerados quando se deslocavam para um incêndio florestal, em Pias (Serpa).

O acidente aconteceu na Estrada Nacional (EN) 255, na ligação entre Pias e Serpa, depois da ribeira do Enchoé, e obrigou a uma operação para os resgatar de dentro da viatura capotada.

Dos cinco bombeiros, quatro homens e uma mulher, com idades entre os 20 e os 60 anos, três ficaram feridos com gravidade e dois com ferimentos ligeiros, mas foram todos transportados para o Hospital de Beja.

As causas do acidente estão ainda a ser averiguadas, mas tudo aponta, que o rebentamento de um pneu tenha estado na origem do acidente.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On