Your SEO optimized title

Odemira: Sexagenário absolvido de matar, queimar e esconder corpo de vizinho.

Casimiro Martins, 66 anos, que estava acusado de matar, queimar e esconder o corpo de um vizinho e ainda de deter arma proibida, foi na tarde desta sexta-feira, absolvido de todos os crimes e posto em liberdade.

ODEMIRA- Casimiro_800x800O presumível autor do crime de António Felizardo, de 50 anos, cujo corpo foi descoberto num monte próximo de Saboia, concelho de Odemira em 20 de agosto, esteve em prisão preventiva durante quase 9 meses e deixou, pouco depois das 17.00 horas, o Estabelecimento Prisional de Beja, com os seus parcos haveres.

O coletivo de juízes do Tribunal de Beja absolveu Casimiro Martins dos crimes de homicídio qualificado, profanação de cadáver e detenção de arma proibida, em virtude da prova ter chegado aos ao processo através da “investigação” de Florival Gonçalves, vizinho da vítima e do arguido e não da Polícia Judiciária.

Tal como o Lidador Notícias (LN) divulgou na edição da passada quarta-feira, o fato “da prova recolhida ter chegado ao processo à revelia das autoridades de investigação, poderiam levar a um volte face na sentença, o que se veio a verificar.

Como Casimiro Martins, não tem condições monetárias e psicológicas para iniciar um processo autónomo e o Ministério Público não ter mandado extrair uma certidão para esse efeito, não se vai ficar a saber que na verdade matou António Felizardo.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On