Beja: O jornalista Delmiro Palma faleceu na quarta-feira. O corpo foi hoje cremado.

O jornalista, fundador do jornal “O ÁS” e durante muitos anos correspondente do jornal “Record”, faleceu ao final desta quarta-feira, o funeral sai na manhã desta sexta-feira para o Crematório de Ferreira do Alentejo, onde foi cremado.

Delmiro Pacheco Ramos Palma, 83 anos, era casado com a D.Adélia Rosa Neves Ramos Palma e pai de Delmiro Palma, funcionário da Câmara Municipal de Vidigueira e de Aureliano Palma, funcionário do Tribunal de Beja.

O falecido estava internado no Hospital de Beja, onde morreu ao final da tarde desta quarta-feira.

Enquanto jornalista, Delmiro Palma foi o fundador do jornal “O Ás”, editado partir de Beja e durante muitos anos foi correspondente do jornal “Record”. Em maio de 2015 foi-lhe atribuído o título de sócio Honorário da Associação de Futebol de Beja. Delmiro Palma foi um dos grandes entusiastas no acompanhamento da Volta ao Alentejo em Bicicleta.

Delmiro Palma esteve durante muitos anos ligados à restauração e entre outros foi o fundador do Restaurante Esquina, na Rua Infante D.Henrique, em Beja.

Depois de no passado dia 9 de abril ter desaparecido Francisco Pratas, outros dos baluartes do jornalismo desportivo do Alentejo, agora foi Delmiro Palma.

À família enlutada o Lidador Notícias apresenta as suas sentidas condolências.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On