Your SEO optimized title

TECNOCRÓNICA (Opiniao de Ademar Dias): tradições de décadas vão ser alteradas e fica um rumor no ar.

Mais de 20 anos depois a Google vai mudar a sua home page.

A página em branco da Google com a caixa de pesquisa vai deixar de existir e dar lugar a um espaço para caixas e notícias personalizadas. Assim, vai deixar de existir a caixa de pesquisa, bem como os botões “pesquisa Google” e “Sinto-me com sorte”.

O novo feed exige que os utilizadores tenham o login feito e vai apresentar várias colunas e caixas, que incluem notícias e atualizações de eventos, entre outras informações que também podem ser baseadas no Gmail e no calendário.

No fundo a nova página cruza informações dentro do sistema da Google.

A tradicional home page em fundo branco foi lançada originalmente em 1996.

Falso alarme! Afinal o Paint não vai ser removido do Windows 10, vai apenas ganhar “uma nova casa”.

A Microsoft clarificou a situação e garantiu que o Paint vai continuar a estar disponível, de forma gratuita, através da Windows Store.

A tecnológica adianta que as principais funções do Paint vão continuar a estar disponíveis no novo Paint 3D, mais focado na criação de objetos 3D.

Com o Paint a não vir incluído de raiz no Windows 10, tal significa apenas que o investimento e foco passa para o Paint 3D, uma das ferramentas que comprova a postura da Microsoft na criação de conteúdo para este ano através das atualizações do seu novo sistema operativo.

Quem tem verdadeiramente os dias contados é o Flash. Ainda assim, a Adobe revela que tal só vai acontecer em 2020.

A empresa parece estar disposta a colocar um fim ao Flash depois de um ano de bloqueio por parte dos browsers Chrome, Edge e Safari. O suporte será removido, por completo, até ao final de 2020, segundo o prometido.

De acordo com o comunicado da Adobe, a empresa planeia “parar de lançar updates e de distribuir o Flash Player no final do ano 2020 e recomendamos que os criadores de conteúdo migrem qualquer conteúdo em Flash para um outro formato”. São ainda uma quantidade grande o número de sites que utiliza Flash e, até 2020, a Adobe promete manter o suporte com a ajuda de parceiras como a Apple, o Facebook, a Google, a Microsoft e a Mozilla.

O HTML5 tem vindo a substituir todas as plataformas que recorriam ao Flash e, com este fim de suporte, é esperado uma migração ainda maior para o formato. Sem Flash os sites vão também passar a ser mais seguros e as baterias dos equipamentos vão agradecer.

Como 2020 ainda parece distante apresentamos um site para quem gosta de… fotos distantes!

Em www.stratocam.com pode ver imagens satélite de vários locais do mundo.

O Stratocam recorre às imagens de satélite do Google Maps e, através das setas laterais, permite percorrer foto a foto, local a local, os mais diversos e belos pontos do planeta que se mostram ainda mais incríveis quando fotografados vistos de cima.

É uma espécie de slideshow, no qual o utilizador carrega na seta para ver um novo local e uma nova imagem, com indicação do responsável pela fotografia e a sua respetiva votação. O utilizador pode ainda interagir com o site e dizer se gostou, ou não, da imagem.

Uma forma simples de conhecer vários locais do planeta e surpreender-se com imagens únicas.

Agora um rumor: a Nintendo está a trabalhar numa versão mini de outra consola clássica

O sucesso da NES Classic Mini fez com que a Nintendo apostasse numa versão (já anunciada) da Super Nintendo (SNES), naquilo que se vê antevê como sendo mais um lançamento de sucesso.

Agora há quem acredite que a marca nipónica esteja a considerar o lançamento de mais uma versão mini de uma das suas antigas consolas, neste caso a Nintendo 64.

A indicação surge através de uma série de marcas registadas submetidas pela Nintendo no Departamento de Propriedade Intelectual da União Europeia, nas quais de acordo com o IGN é possível ver o (reconhecível) formato de um comando da N64.

Fica no ar a possibilidade da Nintendo lançar também uma versão miniatura da N64 no próximo ano, e na qual poderiam entrar títulos como ‘Super Mario 64’, ‘Super Smash Bros.’, ‘Mario Kart 64’, ‘The Legend of Zelda: Ocarina of Time’, ‘The Legend of Zelda: Majora’s Mask’ e até ‘007 – GoldenEye’.

No cinema, a estreia da semana que destacamos passa pelo filme “Valerian e a Cidade dos Mil Planetas”.

Ação, aventura e ficção são os géneros dominantes desta película realizada por Luc Besson (“Léon, o Profissional”, “O Quinto Elemento” e “Lucy”) e que conta com atores como Dane DeHaan, Cara Delevingne e Clive Owen.

O novo e visualmente espetacular filme de Luc Besson é baseado na inovadora série de banda desenhada que inspirou uma geração de artistas, escritores e cineastas.

A história de “Valerian e a Cidade dos Mil Planetas” remete-nos para o século 28, e para Valerian (Dane DeHaan) e Laureline (Cara Delevingne), dois agentes especiais encarregados de manter a ordem em todos os territórios humanos.

A dupla embarca numa missão até à espetacular cidade de Alpha, uma metrópole em constante expansão para onde espécies de todas as partes do universo convergiram durante séculos para partilharem conhecimento, inteligência e culturas. Mas há um mistério no centro de Alpha, uma força negra que ameaça a pacífica existência da Cidade dos Mil Planetas, e Valerian e Laureline vêem-se obrigados a identificar a fonte desta sinistra ameaça e a salvar não apenas Alpha, mas o futuro do universo.

Aqui fica o trailer: https://www.youtube.com/watch?v=HQbZX6NELRo

Share This Post On