TECNOCRÓNICA (Opinião de Ademar Dias): música num browser, Tamagotchi 2.0 e outros jogos.

Um estudo realizado pela PEW a internautas norte-americanos descobriu que a maioria (59%) acredita que seria fácil desistir de redes sociais.

Só 14% dos inquiridos admitiu que seria “muito difícil” abandonar as plataformas digitais, com outros 40% a indicar que seria um problema. Da última vez que o estudo foi feito apenas 28% dos inquiridos afirmaram que teriam dificuldades em fazê-lo.

Mas será que é mesmo assim? É que grande parte (74%) dos inquiridos afirmou consultar o Facebook, o Instagram (60%) e o Snapchat (63%) todos os dias.

O receio do efeito que as redes sociais possam estar a ter nos mais jovens não é novo e promete fazer correr muita tinta nos próximos tempos.

Agora já pode criar música através do browser de internet

A Google lançou o Song Maker, um site que permite criar composições musicais de forma simples e divertida.

A ferramenta baseia-se num sequenciador que permite alternar entre dois instrumentos diferentes. A sua utilização é muito simples, bastando arrastar o ponteiro do rato pela pauta e premir play para ouvir o resultado. A melodia corre em looping e pode ser alterada em tempo real, apagando ou adicionando novos sons.

E apesar de apenas misturar dois sons, pode experimentar a mesma melodia com vários instrumentos, tais como piano, viola, teclado eletrónico, flauta, sintetizadores e instrumentos de percussão. Pode ainda assinalar o ritmo e mudar a velocidade de leitura.

Mais; o Song Maker permite gravar áudio com um microfone para que queira cantar ao ritmo da melodia. Depois pode ainda gravar o resultado e partilhar

Resta experimentar em https://musiclab.chromeexperiments.com/Song-Maker/

Abrimos campo à nostalgia para falar diretamente ao fãs do Tamagotchi que vão ter disponível o clássico da Bandai Namco, desta vez numa versão moderna para smartphones intitulada My Tamagotchi Forever.

O jogo estava anunciado desde 2017 e a data de lançamento já é conhecida: 15 de março.

Segundo a página oficial do Twitter, estas criaturas virtuais 2.0 recuperam o clássico sistema que ficou popular no final dos anos 90, em que os utilizadores têm de alimentar, lavar e entreter um animal virtual, cujo estado vai ser influenciado com a qualidade dos cuidados que lhe forem dados. Nesta nova versão, a empresa vai ainda explorar uma vertente social, que colocará todas as criaturas deste universo em contacto.

Se quiser ser um dos primeiros a instalar a app, saiba que os pré-registos já estão abertos, tanto para iOS, como para Android.

Continuamos em zona nostálgica acrescentando novidades e misturando jogos clássicos e cinema.

O próximo filme de Steven Spielberg, chamado “Ready Player One”, tem apostado numa promoção diferente do habitual.

James Halliday, personagem fictícia protagonista do filme, teve direito a uma conta oficial no Twitter, usada para apresentar alguns quebra-cabeças aos fãs. Através da solução, os fãs conseguiram desbloquear prémios fantásticos no site do filme.

E ao aceder ao site oficial de Ready Player One (http://arcade.readyplayeronemovie.com/), poderás jogar alguns clássicos arcada dos anos 80, celebrando o espírito do filme.

Joust, Rootbeer, Tapper, Sinistar, e Robotron 2084 já estão disponíveis e no futuro poderão surgir mais.

“Ready Player One” estreará nos cinemas a 29 de Março.

E por falar em estrear no cinema, está aí “Lady Bird”, uma comédia/drama dirigida por Greta Gerwig.

O elenco não é conhecido do grande público (Saoirse Ronan, Jake McDorman, Laurie Metcalf), mas “Lady Bird” alcançou mesmo cinco nomeações para os Óscares: Melhor Filme, Realizador (realizadora neste caso), Argumento, Atriz e Atriz Secundária.

Trata-se de uma história que explora o humor e a emoção na turbulenta ligação entre uma mãe e a sua filha adolescente. Apesar de Christine “Lady Bird” McPherson lutar contra isso, é exatamente igual à sua extremamente apaixonada, profundamente opinativa e muito teimosa mãe, que trabalha incansavelmente como enfermeira para sustentar a sua família depois do pai ter perdido o emprego. Uma história passada em Sacramento, Califórnia, em 2002, no meio de um cenário de rápida mudança da economia americana.

Trailer em https://www.youtube.com/watch?v=tvSl39lvrYU&feature=youtu.be

Share This Post On