TECNOCRÓNICA (Opinião de Ademar Dias): fake news, segurança online e outras coisas a chegar.

Um estudo da Universidade de Oxford revelou que 70 governos realizam campanhas de fake news através das redes sociais.

Segundo os investigadores, cada vez mais governos à volta do mundo estão a utilizar redes sociais como ferramenta de propagação de informação falsa.

O Facebook continua a ser a rede social preferida para estas campanhas de desinformação. Segundo o estudo, foram encontradas provas de que 56 governos utilizaram a plataforma para levar a cabo campanhas de manipulação da opinião política. Portugal não faz parte desta lista.

A investigação concluiu ainda que o uso de redes sociais tornou-se numa das táticas de desinformação preferidas dos regimes autoritários, com 26 países a utilizaram técnicas de propaganda em redes sociais não só para controlar a informação, mas também para suprimir o direito de expressão e de escolha política das suas populações.

No relatório, a China é apontada como uma das forças motrizes de desinformação a nível global.

Os pais estão cada vez mais preocupados com a segurança online dos seus filhos, revela um estudo da Kaspersky. O inquérito realizado em 20 países indica que 84% dos pais confirmam essa preocupação, mas que ainda existem obstáculos para conversar sobre o tema e o descodificar para as crianças entenderem os riscos.

Os números partilhados relevam que, em média, os pais passam apenas 46 minutos a conversar sobre este tema durante toda a infância dos jovens, e mais de 58% gastam menos de 30 minutos com este aspeto da segurança que é cada vez mais relevante.

O estudo revela também que o principal desafio dos pais é explicar claramente quais são as ameaças, mas há também dificuldade em que os jovens encarem os perigos online com seriedade, e de dissuadir as crianças de serem influenciadas pelos colegas, dando confiança para não cederem à pressão dos pares.

Agora falamos de um rumor que pode agradar, e muito, aos fãs de videojogos.

Parece que a divisão de jogos da Sony está a trabalhar num assistente digital ativado por voz que vai dar dicas e ajudas estratégicas sempre que for chamado.

Denominado PlayStation Assist, o projeto foi patenteado no World Intellectual Property Organization e já se diz que pode ser integrado na próxima consola da marca, a PlayStation 5.

E qual é a mais valia desta ferramente? A ideia passa por permitir que o jogador peça ajuda ao assistente para ter dicas e ajudas preciosas geradas por Inteligência Artificial e ‘machine learning’ com base nos dados dos jogadores, ajudas essas que podem dar ao jogador a solução para um ‘puzzle’ ou a estratégia correta para derrotar um ‘boss’.

A Apple está quase a lançar o seu serviço de streaming de vídeo, o Apple TV+.

A companhia tem vindo a trabalhar com alguns dos mais conceituados estúdios, realizadores, produtores e atores para formar o catálogo do seu serviço por subscrição, que chega ao mercado já em novembro, logo a partir do dia 1.

Portugal faz parte do conjunto de países que terão acesso ao serviço no lançamento. A Apple confirmou que após um período experimental de 7 dias, gratuito, será possível continuar a aceder ao seu serviço através de uma subscrição mensal pelo preço de 4.99€.

E no cinema, assinalamos a estreia do filme “Joker”, um thriller que tem sido elogiado pela crítica e que dá o mote para conhecermos a origem do arquivilão de Batman.

Neste película, realizada por Todd Phillips, o ator Joaquin Phoenix assume o papel de Arthur Fleck, um homem que enfrenta a crueldade e o desprezo da sociedade, juntamente com a indiferença de um sistema que lhe permite passar da vulnerabilidade para a depravação.

Durante o dia é um palhaço e à noite luta para se tornar um artista de stand-up comedy… mas o seu futuro passa por outra personagem, Joker.

Trailer em https://www.youtube.com/watch?v=rje8OUw45UQ

Share This Post On
970x90_logo