TECNOCRÓNICA (Opinião de Ademar Dias): estudos, videojogos e uma sátira.

O uso das redes sociais tem vindo a ser associado à depressão, especialmente em raparigas adolescentes.

Ademar Dias

Jornalista

Rádio Horizonte Algarve/ Tavira

Agora, uma investigação britânica publicada na revista The Lancet Child & Adolescent Health, que envolveu entrevistas a quase 10 mil crianças inglesas dos 13 aos 16 anos, indica que as redes sociais podem prejudicar a saúde mental das raparigas, aumentando a sua exposição ao bullying e reduzindo o sono e o exercício físico.

Russell Viner, co-autor do estudo e investigador no Instituto de Saúde Infantil Great Ormond Street, referiu à CNN que os resultados “sugerem que a própria rede social não causa danos, mas que o uso frequente pode interromper atividades que tenham um impacto positivo na saúde mental, como dormir e fazer exercício, enquanto aumenta a exposição dos jovens a conteúdos nocivos, particularmente a experiência negativa de bullying digital”.

Um outro estudo, este no campo dos videojogos e desenvolvido pela BestSEOCompanies, identificou as marcas preferidas de cada geração, indicando que PlayStation, Android, McDonalds e Nike lideram nas suas respetivas categorias.

No caso das consolas, uma em cada três pessoas com uma consola em casa disse que queria comprar a nova PlayStation 5. No caso da Xbox Series X, 25% das pessoas do inquérito afirmaram que pretendiam levar o futuro sistema da Microsoft para casa. Numa comparação direta parece que os fãs da consola da Sony são mais fiéis do que os fãs da consola da Microsoft.

Por outro lado, a Nintendo foi a primeira companhia a surgir e é possivelmente a marca com a franquias mais reconhecíveis, mas no que toca à preferência dos consumidores fica em terceiro, pouco atrás da Xbox.

Ainda nas consolas, melhor qualidade gráfica e loadings mais curtos são as principais prioridades para os jogadores que estão interessados em adquirir uma consola de nova geração.

Esta foi a conclusão de um inquérito preparado com a ajuda do GI.biz e apresentado a 8,000 jogadores com idades entre os 11 e 64 anos na Alemanha, França, Espanha, Reino Unido e Itália.

“Melhores gráficos” é o mais importante para 78% dos jogadores de consola, enquanto “compatibilidade com a realidade virtual” e “modo portátil” foram os menos importantes.

Parece que estamos perante um alinhamento, uma vez que Microsoft e Sony têm vindo a promover as suas futuras consolas também com base na erradicação dos loadings, até porque 71% dos jogadores de consola referem-no como um factor altamente importante.

Quanto ao 8K, apenas 49% considera essa resolução como um factor importante para a Xbox Series X e PS5.

A retro-compatibilidade, com 59%, capacidade para correr jogos físicos, com 58%, e controlos por movimento foram parâmetros considerados mais importantes do que ter uma consola capaz de correr a 8K.

O website Playback.fm desenvolveu uma ferramenta que nos permite descobrir qual era a canção mais popular no dia do nosso nascimento.

A ferramenta utiliza a data para pesquisar, na tabela norte-americana de singles da Billboard, qual era a canção número um no dia indicado.

Depois, o Playback.fm disponibiliza ainda um vídeo do respetivo tema, para além de permitir também saber quais as canções mais populares dentro de um determinado ano.

Este é o link para esta ferramenta: https://playback.fm/birthday-song

Curisidade… a mim foi servido o tema “Down Under”, dos Men at Work

Terminamos com o cinema e destacamos o filme “Jojo Rabbit”, uma comédia de Taika Waititi onde este junta estrelas como Scarlett Johansson e Sam Rockwell ao jovem protagonista Roman Griffin Davis.

O escritor e realizador Taika Waititi traz-nos o seu habitual humor e dedicação numa sátira sobre a Segunda Guerra Mundial, que conta a história dum solitário rapaz alemão (Roman Griffin Davis) cujo mundo vira do avesso quando este descobre que a sua mãe (Scarlett Johansson) esconde no sótão uma jovem judia (Thomasin McKenzie). Apoiado apenas pelo seu amigo imaginário, Adolf Hitler (o próprio Taika Waititi), Jojo é obrigado a confrontar-se com o seu nacionalismo cego.

Trailer em https://www.youtube.com/watch?v=rB1wqrnzCZM&feature=emb_logo

Share This Post On
970x90_logo