TECNOCRÓNICA (Opinião de Ademar Dias): dados, dados e mais dados.

A Kaspersky Lab revelou que 2018 viu um crescimento, em quase o dobro, de ataques com software malicioso em dispositivos mobile. No ano passado, ocorreram 116,5 milhões de ataques, um aumento muito significativo face aos 66,4 milhões de utilizadores afetados em 2017.

Ademar Dias

Jornalista

Rádio Horizonte Algarve/ Tavira

No que diz respeito a Portugal, a especialista em segurança refere que, em 2018, 8,62% dos utilizadores portugueses foram afetados, sendo que o trojan bancário móvel afetou 0,08%.

No entanto, a empresa destaca que apesar de haver mais dispositivos afetados, a quantidade de arquivos de malware diminuiu, concluindo que são mais precisos e eficazes, não sendo necessário criar tantas infeções para atingir os seus objetivos. A especialista não só registou um aumento de ataques, como encontrou um maior número de utilizadores único que foram atacados por malware.

O YouTube já ultrapassou a fasquia dos dois mil milhões de utilizadores mensais.

Trata-se de uma subida de 5% em relação ao número de utilizadores nos meses de verão do ano passado, sinal de que o crescimento continua a verificar-se.

A Variety realça ainda que o YouTube ocupa cada vez mais o espaço da televisão. A imagem tradicional da família na sala de estar a ver televisão conta com cada vez mais exemplos em que é o YouTube, e não um canal de televisão tradicional, a ter audiências.

Em concreto, o tempo passado a ver vídeos do YouTube no televisor lá de casa ultrapassou as 250 milhões de horas por mês, uma marca alcançada em março último e que representa um crescimento de quase 40%, em menos de um ano.

Já o Spotify anunciou que atingiu os 100 milhões de assinantes que pagam pelo Spotify Premium. Segundo conta o The Verge, a empresa conseguiu chegar a este patamar ao aumentar em 32% no espaço de um ano o número de assinantes que pagam pelo serviço.

Se forem incluídos os assinantes que não pagam, no total, o Spotify já tem 217 milhões de utilizadores ativos.

O número de assinantes que pagam da Spotify representa agora o dobro dos do seu principal rival, o Apple Music, que tem 50 milhões de assinantes que pagam pelo serviço.

De acordo com um relatório da TuneCore a popularidade do heavy metal cresceu de forma significativa no ano passado.

Segundo o relatório desta empresa de distribuição, edição e licenciamento de música digital que ajuda artistas e editoras independentes a fazer chegar a sua música a plataformas como a Apple Music e o Spotify, o heavy metal registou mais de 199 mil milhões de escutas em 2018, um aumento de 83% em relação ao ano anterior.

A TuneCore acrescenta que, dos artistas de heavy metal distribuídos pela empresa, e de todos os géneros musicais, este foi o mais ouvido, registando um aumento de 154% em relação a 2018. Segue-se a J-Pop (pop japonesa) com mais 133% e o R&B e soul que aumentou 68%.

Uma investigação da Jon Peddie Research revela que, até ao ano de 2022, cerca de 20 milhões de jogadores de PC podem vir a trocar estas plataformas de jogos por consolas.

A mudança deve assentar em parte na evolução que as televisões têm tido recentemente, com os serviços de streaming a contribuírem também para este ‘êxodo’.

O próprio Jon Peddie, presidente da Jon Peddie Research, adianta que a passagem do PC para as consolas vai começar nos utilizadores com menor poder financeiro e, à medida que as consolas se tornem mais poderosas e recebam mais títulos exclusivos, outros utilizadores também devem fazer a mudança.

Ainda assim, Peddie adianta que esta “não é uma situação de pânico uma vez que o mercado das GPU ainda geram um incrível volume”.

No cinema, esta é uma semana muito aguardada pelos fãs de um certo personagem.

Já está nos cinemas o filme “Pokémon Detective Pikachu”, uma aventura animada realizada por Rob Letterman e na qual Ryan Reynolds assume o papel de Pikachu (Nuno Markl assume o papel na versão portuguesa).

A história começa quando o detetive Harry Goodman desaparece misteriosamente, levando Tim, o seu filho de 21 anos, a investigar o sucedido. Tim conta com a ajuda do antigo parceiro de Harry, o Detetive Pikachu: um super-detetive adorável, hilariante, cómico, até intrigante para si mesmo. À luz dos néons de Ryme City, os dois juntam as suas forças numa aventura emocionante onde se cruzam com um elenco diversificado de personagens Pókemon até descobrir uma perturbadora conspiração que pode destruir esta pacífica coexistência e ameaçar o próprio universo Pókemon.

Trailer em https://www.youtube.com/watch?v=bILE5BEyhdo

Share This Post On
970x90_logo