TECNOCRÓNICA (Opinião de Ademar Dias): balanços do ano e mais balanços do ano.

Uma nova atualização vai permitir ao WhatsApp reproduzir vídeos do YouTube, Facebook e Instagram mesmo após termos saído da aplicação de mensagens.

O Android Headlines explica que quando um contacto lhe enviar um vídeo de uma destas três plataformas poderá sair do WhatsApp, mas continuar a visualizar o vídeo através de uma pequena janela onde o vídeo continua a ser reproduzido.

A funcionalidade será compatível tanto com conversas privadas como em grupos. A atualização está a ser lançada gradualmente para as várias versões do Android e iOS.

Resta aguardar.

O mercado de wearables continua a crescer à boleia dos smartwatches.

Dados preliminares da IDC avaliam que, ao longo deste ano, as vendas terão atingido os 125,3 milhões de unidades, 8,5% acima do registado em 2017.

Os números continuam a apontar os smartwatches como principal elemento impulsionador do mercado, apesar de, este ano, os mercados emergentes aparecerem também em bom plano. As duas coisas combinadas vão fazer o mercado evoluir a uma taxa anual de 11%, para os 189,9 milhões de unidades em 2022.

Para já, em 2018, as previsões da consultora apontam para um total de 72,8 milhões de unidades de relógios inteligentes vendidos, qualquer coisa como dois terços do volume total.

E desse lado, rendido a estas novas tecnologias?

Também o Instagram já fez uma publicação onde revela quais foram as grandes tendências de 2018. O emoji de corações nos olhos e o sticker animado de coração foram (como antecipado) os mais populares nas Stories mas o verdadeiro interesse reside na própria comunidade.

Segundo a publicação do Instagram, a comunidade de nicho que mais cresceu foi a dedicada a conteúdo Autonomous Sensory Meridian Response, mais conhecido por ASMR. Estes vídeos, que têm como principal intuito ajudar a relaxar, tiveram aparentemente um crescimento bombástico no Instagram, prevendo-se que com esta popularidade continuem a florescer em 2019.

O balanço do Instagram revela também a grande popularidade da banda de pop coreano BTS, o crescimento da hasthag #fortnite e dá ainda o reconhecimento devido ao #inmyfeelingschallenge, #metoo, #timesup e #marchforourlives.

A Google já anunciou a tabela dos videojogos mais pesquisados neste ano de 2018 e o primeiro da lista acaba por não surpreender ninguém!

Os dados dizem respeito apenas ao mercado americano mas é de acreditar que, por cá, as pesquisas dos portugueses não devem ser muito diferentes.

Como expectável, Fortnite ocupa o primeiro lugar. O fenómeno da Epic Games está disponível para dispositivos iOS, Android e Nintendo Switch, e esta transversalidade, para além de ser gratuito, são contributos importantes para esta “conquista”. Claro, o valor recorde de 200 milhões de jogadores subscritos concede uma forte base de “público alvo”.

Esta é a lista dos 10 jogos mais pesquisados no Google, aqui ordenados do primeiro para o décimo lugar: Fortnite, Red Dead Redemption 2, Fallout 76, Far Cry 5, God of War, Monster Hunter: World, Sea of Thieves, Call of Duty: Black Ops 4, Kingdom Come: Deliverance e Zombs Royale.

Agora outra lista, a das digressões internacionais mais lucrativas. Esta categoria é comandada pelo músico britânico Ed Sheeran, artista que em 2018 alcançou qualquer coisa como 379 milhões de euros de receitas e 4,8 milhões de bilhetes vendidos.

Nesta tabela elaborada pela Pollstar, a Ed Sheeran segue-se a cantora norte-americana Taylor Swift, com 302 milhões de euros e 2,8 milhões de bilhetes vendidos na “Reputation tour”.

Em terceiro lugar figuram Jay-Z e Beyoncé, na digressão conjunta “On the run II” que gerou 223 milhões de euros de receitas e a venda de 2,1 milhões de bilhetes.

Na tabela dos dez artistas mais lucrativos surgem ainda Pink, Bruno Mars, The Eagles, Justin Timberlake, Roger Waters, U2 e Rolling Stones.

No cinema, “Bumblebee” é o filme que destacamos entre as estreias da semana.

Esta aventura realizada por Travis Knight conta com Hailee Steinfeld, Justin Theroux e Angela Bassett como principais destaques no elenco, mas o protagonista desta película é, obrigatoriamente, um carocha amarelo robótico (alienígena, por sinal).

Esta longa metragem leva-nos a 1987, quando um Bumblebee em fuga encontra refúgio num ferro-velho de uma pequena cidade costeira da Califórnia. Charlie (Hailee Steinfeld), prestes a fazer 18 anos e à procura do seu lugar no mundo, descobre Bumblebee, ferido e acabado. Quando Charlie o recupera, rapidamente descobre que não se trata apenas de um carocha amarelo.

Vamos ao trailer: https://www.youtube.com/watch?v=VXTuceN_6-Y

Share This Post On
970x90_logo