TECNOCRÓNICA (Opinião de Ademar Dias): ameaças, eleições e gigantes da tecnologia em evidência.

É sabido que as ameaças informáticas têm aumentado, quer em número quer em complexidade, mas, apesar de reconhecerem a sua importância, os executivos dedicam muito pouca atenção ao tema.

Segundo um estudo mundial realizado pela Marsh e pela Microsoft, a maioria dos conselhos de administração e/ou liderança executiva responsável pela gestão do risco cibernético das suas organizações focaram-se menos de um dia, no ano passado, nesta temática.

“Para muitas organizações, a gestão estratégica do risco cibernético permanece um desafio. Por exemplo, enquanto 65% das organizações respondentes nomeou um líder executivo ou um membro do conselho de administração como o responsável máximo na gestão do risco cibernético, apenas 17% dos líderes executivos e membros do conselho afirmam ter despendido, durante o ano passado, mais do que alguns dias focados neste assunto. Mais de metade, 51% despendeu várias horas ou menos”, refere o estudo.

Certo é que cerca de um terço das organizações classificam mesmo o risco cibernético como a preocupação número um, mais 22% do que em 2017.

O Facebook anunciou que prentede nomear, até final do ano, os primeiros membros de um novo conselho de supervisão para melhor eliminar conteúdos violentos e discursos de ódio nas redes sociais digitais que gere.

O painel de supervisão vai ter como objetivo pronunciar-se sobre os critérios para eliminação de conteúdos nas redes sociais Facebook ou Instagram por constituírem discurso de ódio.

De acordo com o líder da empresa, Mark Zuckerberg, o conselho de supervisão vai coordenar as novas iniciativas, procurando “equilibrar o controlo de conteúdos com o respeito pelos princípios de liberdade de expressão”.

Com eleições à porta surgem algumas considerações pertinentes sobre o papel das redes sociais.

Para Ana Pinto Martinho, do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa e do Observatório da Comunicação (OberCom), o Facebook é a rede social que chega a um maior número de pessoas, sendo, por isso, o canal privilegiado para os partidos políticos fazerem passar a sua mensagem, uma vez que atinge quase todo o eleitorado, incluindo o mais velho.

No entanto, este ano está a assistir-se “a um aumento muito maior da comunicação através do WhatsApp”, referiu a investigadora.

Ana Pinto Martinho atribui muita importância aos grupos que começam agora a surgir no WhatsApp, que “não são uma coisa muito visível”, mas “chegam às pessoas de uma forma diferente” e “mais personalizada”.

Já no Instagram, que é seguido por eleitores mais jovens, os políticos fazem publicações mais próximas e “não tão políticas”, adiantou, frisando que o Twitter é “mais restrito” e não é acessível ao público em geral, sendo seguido sobretudo por jornalistas e políticos.

Recorde-se que as eleições legislativas realizam-se a 06 de outubro.

A Google pode adicionar em breve uma nova funcionalidade ao seu motor de busca que vai permitir fazer pesquisas apenas com uma fotografia.

A informação foi avançada pelo 9to5google, que aponta para uma funcionalidade de nome “Smart Screenshots” na mais recente versão beta da app da Google. Esta versão surge com uma barra de ferramentas com a opção Lens, a opção responsável por reconhecimento de imagem da Google.

Ao selecionar o Lens depois de captar uma fotografia é possível começar a pesquisa, com o Google a apresentar resultados com base no objeto de determinada fotografia. É possível que a funcionalidade venha a ser lançada no futuro sob forma de atualização.

E no cinema, destaque para a estreia do filme “Ad Astra”, um thriller realizado por James Gray que conta com Brad Pitt como protagonista, acompanhado no elenco por Liv Tyler, Tommy Lee Jones, entre outros.

Esta é a história do astronauta Roy McBride (Brad Pitt) que viaja para as extremidades do sistema solar com o objetivo de encontrar o seu pai desaparecido e desvendar um mistério que ameaça a sobrevivência do nosso planeta. Nesta expedição, Roy vai descobrir segredos que desafiam a natureza da existência humana e o nosso lugar no universo.

Trailer em https://www.youtube.com/watch?v=W-r7o9JJxFE

Share This Post On
970x90_logo