Your SEO optimized title
Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): FASE CHARLIE E PERÍODO CRÍTICO.
Out18

Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): FASE CHARLIE E PERÍODO CRÍTICO.

Por esta altura do ano seria de esperar que os incêndios florestais não estivessem na ordem do dia, muito menos que estivéssemos a lamentar a morte de 41 cidadãos portugueses, que faleceram vítimas dos incêndios, que resultaram de mais de 500 ignições verificadas no último domingo, 15 de outubro.

Ler Mais
Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): A GNR NA LINHA DA FRENTE NO APOIO AOS IDOSOS.
Out11

Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): A GNR NA LINHA DA FRENTE NO APOIO AOS IDOSOS.

A GNR realiza entre o dia 1 e 31 de outubro a “Operação Idosos em Segurança 2017”, com o objetivo de informar e sensibilizar todos os idosos, especialmente os que vivem isolados e sozinhos, sobre os procedimentos de segurança a observar em qualquer situação de que possam ser vítimas.

Ler Mais
Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): TRÁFICO DE CRIANÇAS.
Out05

Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): TRÁFICO DE CRIANÇAS.

Na semana passada, no dia 27 de setembro, o Diário de Notícias fez capa com o artigo “Portugal é nova rota no tráfico de crianças africanas”, onde dava conta que “Lisboa está a ser usada como placa giratória para uma rede transnacional de tráfico de crianças da África subsaariana”.

Ler Mais
Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): AS MORTÍFERAS FÁBRICAS DE PIROTECNIA.
Set27

Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): AS MORTÍFERAS FÁBRICAS DE PIROTECNIA.

Tal como em outras ocorrências das quais resultam vítimas mortais, sempre que ocorre uma explosão numa fábrica de pirotecnia, de certeza que alguém morre, tendo em conta a perigosidade da matéria-prima usada neste tipo de indústria.

Ler Mais
Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): DENUNCIAR AS PRAXES ABUSIVAS.
Set20

Opinião (Rogério Copeto/ Oficial da GNR): DENUNCIAR AS PRAXES ABUSIVAS.

De acordo com o artigo do Jornal de Notícias de 14 de setembro as “Queixas por praxe abusiva duplicaram”, verificando-se da leitura do mesmo, que foram apresentadas 18 queixas no ano lectivo 2016/2017, tendo no ano letivo anterior sido apresentadas 10. E sendo a matemática uma ciência exata, não é correto dizer-se que 18 é o dobro de 10, mesmo quando se pretende destacar que as queixas por praxe abusiva estão a aumentar.

Ler Mais