Sinistralidade: Até abril há o registo de 5 mortos na estradas do distrito de Beja.

Até abril aumentaram os acidentes mas diminuiu o número de mortos. O distrito de Beja acompanhou a tendência do País, mais 9 acidentes e 12 mortos do que no mesmo período do ano passado.

A2- Acidentes_800x800Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram 134 mortos nos primeiros quatro meses do ano, menos 17 do que no mesmo período de 2015, segundo a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

O número de acidentes aumentou quase oito por cento, registando-se entre janeiro e abril 41.484 desastres, mais 3.048 do que em igual período de 2015, quando tinham ocorrido 38.436, adianta a ANSR, que junta dados da PSP e GNR.

A Segurança Rodoviária indica que os mortos nas estradas portuguesas diminuíram 11,2% este ano face aos mesmos meses de 2015, período em que se registaram 151 vítimas mortais.

O maior número de mortos ocorreu nos distritos de Lisboa (18), Aveiro (14), Santarém (13) e Leiria (12).

No distrito de Beja, entre janeiro e abril, registaram-se 610 desastres, mais 9 do que do que em igual período de 2015, quando tinham ocorrido 601.

Quanto aos mortos nas estradas do distrito, a ANSR revelou que ocorram 5 mortes, menos 10 do que em igual perido do ano passado.

Também os feridos graves diminuíram ligeiramente, tendo os desastres rodoviários provocado 24 feridos graves entre janeiro e abril, menos 17 do que no mesmo período de 2015.

Relativamente ao período entre 1 de maio de 2015 e 30 de abril de 2016 e o mesmo período entre 2014 e 2015, há o registo 40 mortos, contra 64 do data anterior, o mesmo acontecendo em relação aos feridos graves 100, contra 359 do perido de 2015 e 2015.

Os dados da ANSR dizem respeito às vítimas, cujo óbito ocorreu no local do acidentes ou a caminho do hospital.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo