Serpa: Clube nega acusações de incentivo ao doping.

O F. C. Serpa emitiu um comunicado a desmentir as acusações levadas a cabo por José Luís Prazeres, ex-treinador do clube alentejano.

O F. C. Serpa, clube que milita na primeira divisão da Associação Futebol de Beja, emitiu um comunicado a negar as acusações de alegadamente ter incitado os jogadores do plantel sénior a recorrer ao doping.

“A Comissão Administrativa do F. C. Serpa, confrontada com declarações/notícias que têm vindo a ser publicadas na comunicação social, as quais aliás considera ofensivas e lesivas do seu bom nome e dos seus dirigentes, onde é referido que foi solicitado aos seus jogadores que jogassem sob efeito de doping/drogas, vem refutar e desmentir por completo as mesmas, por não serem verdadeiras e corresponderem a uma calúnia, pela qual, a seu tempo, o autor responderá”, lê-se no comunicado do clube alentejano.

José Luís Prazeres (na fila de baixio ao centro), ex-treinador do F. C. Serpa, é o autor a que o comunicado se refere. O técnico ter-se-á demitido após alegadamente um dirigente da Comissão Administrativa, António José Belinha, ter incentivado os atletas a recorrerem ao doping. Porém, o F. C. Serpa revela que José Luís Prazeres saiu do clube pela “não aceitação da nova linha de gestão do clube”.

O emblema alentejano vai avançar para a justiça, tendo iniciado já os procedimentos legais necessários para tal.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo