Your SEO optimized title

Ourique: Município comemora a batalha que consolidou a Portugalidade.

O Município de Ourique comemora os 878 anos sobre os idos de 25 de julho de 1139, em que o território do concelho foi palco de um dos mais importantes momentos da História de Portugal: a Batalha de Ourique.

O momento de consolidação da Portugalidade, do ser português, conseguida através da Batalha vitoriosa de D. Afonso Henriques contra um exército árabe. A expressão maior da força dos guerreiros de uma Nação emergente ou do Milagre de Ourique.

As comemorações decorrerão entre sexta, 21 de julho, e domingo, 23 de julho, no Castelo e nas zonas envolventes, com um conjunto de eventos de recriação e de convívio estruturados em três fases do acontecimento histórico: Orik Mouro antes da Batalha, a Conquista de Orik durante a Batalha e Orik de D. Afonso Henriques após a Batalha.

Em mais um momento de afirmação da identidade de Ourique e dos Ouriquenses, do seu património e da sua diferenciação no panorama nacional, as comemorações da Batalha de Ourique serão iniciadas na sexta feira, 21 de julho, pelas 18 horas, com a Abertura e Vivência do Mercado, com a presença de personagens históricas e de uma arruada musical.

Durante o Orik Mouro, na sexta, decorrerá o cortejo histórico “Os cinco reinados mouros” (19H), a ceia medieval “À mesa com os sarracenos e os seus costumes”(20H), a dança e música moura “Bailarinas mouriscas dançam ao som do alaúde e do daff” (22H), o teatro de fogo “O sarau do Emir” (23H) e a noite termina com o concerto e baile com a Fanfarra (24H).

No sábado, 22 de julho, a conquista de Orik começa com um Almoço dos Ouriquenses, com animação musical, no adro da Igreja de Santa Maria (13H), prosseguindo com a abertura e vivência do mercado (18H), o cortejo histórico da chegada das tropas de D. Afonso Henriques (19H), a teatralização do “Rapto das Mulheres do Harém do Emir” (20H), a animação de rua “ Venda de relíquias da Terra Santa trazidas pelos soldados” (22H), a recriação histórica da Batalha de Ourique com teatro de fogo, espetáculo de águas dançantes, pirotecnia e fogo de artifício (23H) e a noite de termina de novo com o concerto e baile com a Fanfarra (24H).

No domingo, 23, o esplendor de Orik de D.Afonso Henriques começa com o cortejo histórico  “ O Festejo da vitória de El Rei D. Afonso Henriques (16H), a teatralização  da “ Inscrição dos Cavaleiros para o Torneio D’Armas” (17H), a animação de rua “Soldadeiras invadem as tabernas em busca de cavaleiros” (18H), a música e dança cristã com os “Trovadores que encerram o mercado” (21H) e o Auto de Encerramento, pelas 22 horas.

Com um conjunto de eventos históricos para toda a família, existirá uma área infantil destinada aos mais pequenos onde será possível assistir às animações “Estórias de mil uma noite para adormecer” na sexta, 21, “O cavaleiro malfadado”, no sábado, 22, e “Estórias da Batalha de Ourique”, no domingo, 23, sempre pelas 21 horas.

Durante as comemorações existirão atividades permanentes de dança, música, teatro, jogos, brincadeiras e pinturas faciais, assim como as incontornáveis tasquinhas com petiscos de todas as épocas.

A memória e a identidade são partes integrantes da construção do futuro de um território como o de Ourique. Assim foi, assim continuará a ser, com políticas para as pessoas, para o território e para a afirmação de Ourique.

Share This Post On