Ourique: Furtou dinheiro ao ex-patrão e foi condenado a 4 anos de prisão.

Apropriou-se de chave de casa do antigo patrão e furtou bens. Vítima armado de caçadeira apanhou o ladrão. Condenado a 4 anos de prisão, com pena suspensa.

Um indivíduo de 40 anos, foi condenado por um Coletivo de Juízes do Tribunal de Beja a 4 anos de prisão, suspensa por igual período e sujeita a regime de prova, além de uma indemnização de 2.200 euros à vítima dos seus furtos, o homem que foi seu patrão.

Em janeiro de 2010, Jorge Manuel Pereira, natural do Campo Grande (Lisboa), trabalhava e vivia em Aldeia dos Palheiros (Ourique), apoderou-se da chave da casa de Manuel Lucas, que se encontrava no interior da viatura da vítima.

Conhecendo os hábitos do ex-patrão, a partir dessa data Jorge entrou várias vezes na casa de Manuel e furtou diversas quantias em dinheiro que veio a gastar na aquisição de vários bens, desde mobiliário, artigos desportivos, telemóveis e outros.

A vítima desconfiou de Jorge. Em 1 de abril daquele ano, armado de uma caçadeira esperou por ele dentro de casa. Além de impedir que o ladrão se apoderasse de mais dinheiro, entregou-o também à GNR.

Jorge Pereira foi julgado por cinco crimes de furto, um simples, três qualificados e um qualificado, de forma tentada, tendo sido punido por dois crimes de furto qualificado, a 2 anos e 6 meses de prisão e a 2 anos e 3 meses, respetivamente e por outro de forma tentada, a 9 meses de prisão.

O arguido foi ainda condenado a pagar duas indemnizações à vítima, uma de 1.700 euros, por danos patrimoniais e outra de 500 euros, por danos não patrimoniais. Os advogados das partes chegaram a acordo sobre o pagamento das indemnizações, que terão início no próximo mês de agosto.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On