Ourique: Ficou em liberdade o suspeito de abusar de duas meninas de 11 e 13 anos.

Ficou em liberdade, com apresentações periódicas e proibição de se aproximar das duas meninas de que terá abusado sexualmente, o indivíduo de 29 anos, que foi detido na madrugada de segunda-feira, em Ourique.

Para a decisão do magistrado, que foi tomada na terça-feira, já noite dentro, no Tribunal daquela vila (na foto), terá pesado o facto do indivíduo ser primário, bem como o tipo de sevicias, suportadas por relatório médico, a que terá sujeitado as meninas.

O caso ocorreu na madrugada de segunda-feira num monte localizado na zona da Chada Nova, na freguesia e concelho de Ourique, onde o casal, residente no concelho de Odivelas (Lisboa), passava uns dias e para onde convidou o arguido, que era das suas relações.

Segundo revelou na altura da detenção, a Diretoria do Sul da Polícia Judiciaria (PJ), o detido “entrou no quarto onde dormiam as menores, de 11 e 13 anos, e procedeu à manipulação genital a uma e a carícias em zona erógenas à outra”, acabando por ser detido “pela presumível prática de dois crimes de abuso sexual de criança”.

Foram os pais das meninas que alertaram a GNR de Ourique que primeiro fez deslocar uma patrulha, e posteriormente, militares do Núcleo de Investigação Criminal. Dado o tipo de crime e a competência da investigação, foi solicitada a presença dos inspetores da Judiciária.

Depois de ouvir as partes, a PJ deteve o indivíduo, enquanto as duas vítimas foram transportadas para o Hospital de Beja, onde foram sujeitas a exames, para comprovar as sevícias a que terão sido sujeitas.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On