Your SEO optimized title

Odemira: “Setembro Cultural” leva Festival de Teatro Amador ao concelho.

Entre os dias 22 de setembro e até 13 de outubro irá decorrer o Festival de Teatro Amador de Odemira.

Participam na iniciativa nove grupos de teatro do concelho, que sobem ao palco do Cineteatro Camacho Costa para apresentar as suas novas produções. Entradas livres.

Esta é mais uma iniciativa que se desenvolve no âmbito do Setembro Cultural, um evento que tem como objetivo promover a cultura do concelho, numa iniciativa do Município de Odemira.

O final do Festival de Teatro Amador de Odemira será assinalado por um dia dedicado à formação e ao convívio entre os mais de 100 elementos que integram os nove grupos de teatro amador do concelho de Odemira. No dia 14 de outubro, durante a tarde haverá um workshop, seguido de jantar convívio.

Programa:

22 setembro, 21h30, Grupo de Teatro Cal I Truz apresenta “A Boa, o Mau e o Coirão”

Uma Aldeia toda envolvida num casamento muito apregoado pela presença de um jogador mundialmente conhecido, figura pública de grande relevo, mas acima de tudo o grande sonho de MÓNICA, que com todo o seu protagonismo acaba por envolver toda a população em especial a mais idosa.

23 setembro, 21h30, Grupo de Teatro d’as Galderices apresenta “Os Berlindes do Zezinho”

Há muitos anos, o desaparecimento dos berlindes do Zezinho veio agitar a tranquilidade da vila. A sua procura e achamento revelaram o que não devia ser falado, mas tudo se vem a saber quando o menino se torna homem.

29 setembro, 21h30, Grupo de Teatro Acordar apresenta “A Culpa é da Bota”

A bem abastada Riquinha encontrou o amor num simples Jardineiro, o Cinderelo, porém este amor não é correspondido o que a fará tentar tudo para o conquistar! Os pais do jovem rapaz fazem muito gosto no casório, já o mesmo não se pode dizer do seu mordomo Ambrósio! A Cabeleireira Verinha vem agitar a história e mudá-la de visual! Uma história com humor do principio ao fim, amizade, loucura e muito amor! Mas afinal de quem será a culpa?

30 setembro, 21H37, Grupo de Teatro Cabanita apresenta o seu novo projeto “Cabanita Emcaixa”

30 setembro, 22h00, Grupo de Teatro Sénior de S. Teotónio apresenta “Na Rua da Fina Flor”

Só lá mora gente de grande classe, ricos ociosos rodeados das suas empregadas domésticas. Eis que um dia por confusão se instala a revolução das serviçais, a vida muda naquela rua, as flores murcham nos quintais! Sr.Vasculho varredor, que queria ser doutor da história leva a melhor! Empregadas sorridentes que no fim ficam contentes na rua da Fina Flôr!

04 outubro, 21h30, Grupo de Teatro Os Gatos Pingados apresenta “As Hortas”

A história de um surdo que ninguém ouve, um visionário com uma ideia revolucionária que irá trazer mais riqueza para todos, pela união de esforços para a realização de uma aspiração antiga que irá possibilitar o fim da disputa de terras. É uma criação teatral coletiva, uma comédia desenvolvida a partir da ideia de uma comunidade saudável construída por todos.

06 outubro, 21h30, Grupo de Teatro Rústico apresenta “Já Viu O Cometa?”

O amor à ciência e ao estudo dos astros tudo fazem esquecer ao nosso rico senhor, a mulher e até o cometa que não viu pela aflição de o querer ver. Uma comédia jocosa de José Torres com uma alcoviteira, um par de apaixonados, um criado parvo, um rico homem, um comparsa e um estrangeiro.

07 outubro, 21h30, Grupo de Teatro Caça Sonhos apresenta “Neste Mar Não Há Peixe”

Escrita por Cristina Calvinho, trata-se de uma história cheia de emoções, onde o sonho se cruza com a realidade, transportando duas irmãs para um mundo mágico, onde vão aprender grandes lições.

13 outubro, 21h30, Grupo de Teatro do Mira apresenta “A Selha”

Jaquinot tem de obedecer à mulher e à sogra que lhe impõem todos os trabalhos de casa. Para tal dão-lhe uma lista com todos os deveres. Quando estava a ajudar a mulher, perto da selha da roupa suja, ela desequilibra-se e cai lá dentro, suplicando ao esposo que a tire de lá que se afoga. Jaquinot responde que não está na lista. Já com a sogra ele decide-se a ajudar a mulher depois de ela prometer e assinar um documento que o declara dono e
senhor da sua casa.

Share This Post On