Odemira: Comemoração dos 50 anos da Barragem de Santa Clara.

A Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque, vai presidir à cerimónia comemorativa dos 50 anos da Barragem de Santa Clara,  no interior do concelho de Odemira, que irá decorrer amanhã (sábado) pelas 15.00 horas, junto à Barragem.

Entre os dias 10 e 12 de maio, de sexta-feira a domingo, o Município de Odemira e a Associação de Beneficiários de Mira irão promover um programa de atividades abertas a toda a comunidade, que além da cerimónia evocativa, inclui exposições, concertos, ações dirigidas ao público escolar e atividades desportivas, com entradas livres.

A Barragem de Santa Clara é a maior obra pública do concelho de Odemira, estruturante para a região, destinada a duas importantes valências: fornecimento de água para abastecimento público e rega. Tem uma capacidade total de 485.000.000 m3, sendo a área inundada pela albufeira de 1986 hectares, correspondendo a um perímetro de 242 Km. A partir de Santa Clara são beneficiados 12.000 hectares no Perímetro de Rega do Mira.

No âmbito do Plano de Rega do Alentejo, lançado em 1957, foram adjudicadas algumas obras em 1962, entre elas a barragem do Rio Mira. A Barragem foi inaugurada dia 11 de maio de 1969, com a presença do Presidente da República, Almirante Américo Thomaz, e do Presidente do Conselho de Ministros, Marcello Caetano, bem como de todo o Governo, entidades regionais e nacionais e de milhares de populares.

Três dias de festa em Santa Clara-a-Velha
Na manhã dia 10 de maio, na Barragem de Santa Clara, as atividades serão dedicadas à comunidade escolar, com ações de promoção ambiental, visita às instalações da Barragem, experiências sobre energia, pinturas murais e iniciação à canoagem. Pelas 15.00 horas será inaugurada a exposição alusiva aos 50 anos da Barragem, que decorrerá em vários espaços da aldeia de Santa Clara-a-Velha. Durante a tarde decorrerá, na Casa do Povo, o colóquio “O Plano de Rega, a Barragem e a Charneca” e a tertúlia “Memórias vivas da Barragem”. Pelas 20.30 horas, no Largo da Igreja Matriz, haverá atuação do grupo de música tradicional Morcegos do Mira, seguindo-se a apresentação de um documentário sobre a construção da Barragem. A noite termina com a atuação do grupo Marrockhino Music.

No dia 11 maio, na Barragem, pelas 15.00 horas, decorrerá a Cerimónia Comemorativa e inauguração de Monumento Evocativo, com a atuação dos alunos do Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso e apresentação de medalha comemorativa. Pelas 21.30 horas, terá início um espetáculo que reúne em palco o grupo Ala dos Namorados e a Banda Filarmónica de Lavre, seguido de espetáculo piromusical e DJ.

No domingo dia 12 de maio, também junto à Barragem, decorrerá o 2º Trail do Mira e o 13º percurso de BTT “Terras do Mira”. A partir das 15.00 horas, a Tarde Cultural contará com a atuação do grupo etnográfico Gentes do Alto Mira, Grupo Coral Cantadores do Desassossego e do artista Toy.
Durante os dias de sábado e domingo, das 10.00 às 18.00 horas, haverá passeios de barco, visitas às instalações da Barragem, exposição e exibição de documentário sobre a Barragem na aldeia de Santa Clara-a-Velha. Haverá transporte gratuito entre a aldeia de Santa Clara e a Barragem.

Share This Post On
970x90_logo