Moura: Orçamento, GOP e Mapa de Pessoal da autarquia para 2020 aprovados.

A Assembleia Municipal de Moura aprovou por maioria o Orçamento, GOP e Mapa de Pessoal da autarquia foram aprovados por maioria. CDU e PS trocam acusações.

De entre os pontos da ordem de trabalhos, destaque para a aprovação, por maioria, das Grandes Opções do Plano e Orçamento para o ano de 2020, com 13 votos a favor, 10 votos contra e 2 abstenções. O documento, agora aprovado, tem uma dotação de 24.862.993,00 euros, que inclui um conjunto alargado de investimentos e obras.

A Câmara Municipal de Moura destaca a conclusão da empreitada de reabilitação da Piscina Municipal de Moura; conclusão da empreitada de requalificação da Rua do Poço e Rua dos Ourives; construção do Terminal Rodoviário e arranjos exteriores; requalificação do espaço público do Museu Municipal e reabilitação da passagem hidráulica designada por Pontão do Matadouro; requalificação urbanística e paisagística das entradas de Moura; execução das obras previstas no âmbito da “Valorização da Área Recreativa e de Lazer do Núcleo da Barragem de Alqueva” – Edifícios, Praia e Piscina Fluvial; construção das Áreas de Serviço de Autocaravanismo (ASA); requalificação de infraestruturas de apoio ao plano de água existentes no concelho; requalificação do Largo das Ameias, em Safara; conclusão das obras de reabilitação do antigo Matadouro para Museu Municipal; lançamento de empreitadas de arruamentos e pavimentações; lançamento da empreitada do Centro Escolar dos Bombeiros, no âmbito do processo de reorganização escolar para a cidade de Moura.

Também aprovado por maioria, com 13 votos a favor, 10 votos contra e 2 abstenções, foi o Mapa de Pessoal para o ano de 2020, bem como a alteração ao Regulamento da Organização dos Serviços Municipais.

Troca de acusações entre CDU e PS.

Dizem os comunistas que “em consonância com a posição tomada pelos vereadores da CDU na Câmara Municipal, esta força política votou contra a proposta de orçamento e GOP para 2020.A CDU reafirma os aspectos essenciais que implicam uma reacção forte contra esta política orçamental do PS. Por opção política do Partido Socialista, no governo e no município, este orçamento vê-se privado de verbas significativas na participação nos impostos do Estado. Também por opção política do Partido Socialista, nada de novo acontece com mais este orçamento. São já dois orçamentos perdidos desde 2017.

Os socialistas acusam os eleitos da CDU de justificar o seu voto contra “com a argumentação gasta e repetitiva que mais não é do que um desesperado atestado de sobrevivência politica. A CDU, que durante 20 anos governou os destinos do Concelho de Moura de forma unilateral vem agora (infundadamente) queixar-se de …”dificuldade (deste executivo) em lidar com o contraditório…”.De facto, para a CDU vale tudo… A CDU deveria (isso sim) explicar à população do Concelho de Moura que, votando como votou contra o Orçamento e GOP para 2020”.

Share This Post On
970x90_logo