(Exclusivo) Beja: Edifício da antiga Cooperativa “Lar Para Todos” foi comprado.

Dois empresários, um dos quais de Beja, compraram o edifício da antiga Cooperativa de Habitação “Lar Para Todos”, em insolvência desde 2012. O espaço destina-se à construção de uma clínica médica desportiva.

Segundo apurou o Lidador Notícias (LN), o edifício da antiga Cooperativa de Habitação “Lar Para Todos”, sito na Avenida Comandante Ramiro Correia e Rua António Sérgio, em Beja, foi adquirido pelos empresários há muito que visitavam o espaço e estavam em negócio com o Administrador de Insolvência, para a sua aquisição.

O edifício que albergava a Sede Social e o Salão de Festas da instituição, foi adquirido por uma empresa, uma sociedade por quotas, constituída no passado dia 6 de setembro e com sede em Beja, cujo nome conhecemos, mas não divulgamos e vai receber uma clínica médica desportiva.

Sabe o LN que o edifício está a ser alvo de um projeto de remodelação, para depois de aprovado entrar em obras. No interior do espaço, entre outras infraestruturas vai ser construída uma piscina e um pequeno campo relvado sintético.

Um dos empresários, sócio da empresa, é de Beja e tem interesses em diversas áreas de negócio, enquanto que o outro sócio, está ligado a Frederico Varandas, médico e presidente do Sporting Clube de Portugal, com interesses no sector da medicina desportiva.

A insolvência da Cooperativa “Lar Para Todos”, foi decretada pelo 1º Juízo do Tribunal Criminal de Beja, no dia 7 de agosto de 2012, através do processo 504/12.2TBBJA, que tem como credor o Banco Santander Totta, SA.

Conforme consta da Ata nº 14/ 2018 da Câmara Municipal de Beja, na reunião pública de quatro de julho de dois mil e dezoito: “Foi deliberado por unanimidade não exercer o direito de preferência.——- 2.3.5. – lotes designados pelas letras, “AA”, sito na Rua António Sérgio, nº 12; “A”, sito na Avenida Comandante Ramiro Correia, nº 57; “AA”, sito na Avenida Comandante Ramiro Correia, nº 57; outro na Avenida Comandante Ramiro Correia, nº 59, em Beja, solicitado por Orlando Apoliano Carvalho, Administrador de Insolvência da Cooperativa de habitação Económica Lar Para Todos, CRL”.

Esta situação verificou-se tendo em conta que a autarquia é a proprietária dos terrenos onde a Cooperativa construiu a sede social e salão, foram cedidos em regime de “Direito de Superfície”.

Em junho de 2013 foram abertas propostas de aquisição dos imóveis da Cooperativa colocados em hasta pública mas o edifício da Sede Social e Salão de Festas, mas ficou sem compradores interessados. Na altura o assunto foi discutido na Assembleia Municipal de Beja, onde foi recomendado a intervenção da Câmara Municipal de Beja no processo de leilão, o que não veio a suceder.

Uma questão que pode vir a gerar alguma controvérsia prende com a existência de uma bateria de caixas postais dos moradores do chamado “Bairro do Mira Mortos”, que se encontra na parede exterior do edifício e que os novos proprietários desejarão aproveitar de outra forma, com o objetivo de tirar o maior rendimento do espaço para a nova função de clínica médica desportiva.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On