(Exclusivo) Beja: Disparo acidental fere funcionária civil da PSP.

O disparo acidental de uma arma de caça no interior do Núcleo de Armas e Explosivos da PSP, em Beja, causou ferimentos numa funcionária civil da corporação. A mulher sofreu ferimentos ligeiros.

O disparo acidental de uma arma de caça, deixou ferida uma mulher, de 56 anos, funcionária civil da Polícia de Segurança Pública (PSP), depois de ter sido atingida por dois bagos de chumbo.

O caso aconteceu no Núcleo de Armas e Explosivos da PSP, que funciona nas antigas instalações do Governo Civil, em Beja.

Segundo apurou o Lidador Notícias (LN) o disparo ocorreu cerca das 12,42 horas, quando um agente manuseava a caçadeira que acabara de ser entregue por um cidadão civil, quando a mesma disparou. O disparo fez ricochete numa parede e atingiu I.R., a funcionária civil da polícia trabalhar naquela seção, tendo dois bagos de chumbo atingindo a mulher no membro superior esquerdo e no abdómen.

Transportada de imediato para o Serviço de Urgência do Hospital José Joaquim Fernandes, Beja, onde deu entrada 10 minutos após o acidente, em estado considerado como estável, realizou exames complementares, tendo tido alta às 17,00 horas.

Ouvido pelo LN, o Superintendente Glória Dias, comandante do Comando Distrital da PSP de Beja, revelou que o incidente ocorreu “com uma arma de caça que tinha sido entregue e que viria carregada. Felizmente que não aconteceu nada de grave. Foi aberto um inquérito para se saber o que este na origem do disparo”, justificou.

No socorro à vítima e no seu transporte para o hospital esteve envolvida uma ambulância dos Bombeiros de Beja com dois operacionais.

Recorde-se que no final do passado mês de junho, o LN publicou uma reportagem sobre o antigo edifício do Governo Civil de Beja, em que o comandante da PSP assumiu a disponibilidade para assumir o controlo (gestão e ocupação total) do espaço. O oficial justificou que com a assunção de todo o edifício “poderia distribuir todas as valência da polícia e garantir melhor segurança”, concluiu.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo