(Exclusivo) Beja: Airbus da SATA será o primeiro avião a ser desmantelado no Terminal Civil.

Um Airbus A310, da SATA Air Açores (Serviço Açoriano de Transportes Aéreos), empresa aérea de bandeira portuguesa da Região Autónoma dos Açores, está aparcado na placa de estacionamento do Terminal Civil de Beja, para ser desmantelado.

Esta será a primeira aeronave a ser desmantelada na infraestrutura alentejana, faltando ainda conhecer as quatro questões fundamentais …. QUEM, COMO, ONDE e QUANDO.

Fonte conhecedora do processo assegurou ao Lidador Notícias que a aeronave “foi colocada num canto, onde não atrapalhe”, até estarem definidas as premissas para a sua desmontagem.

Sobre este assunto, foram colocadas quatro questões à ANA-Aeroportos, mas até ao momento, não foi dada qualquer resposta.

Na receção ao Presidente da República, durante a sua visita à Base Aérea (BA) 11, realizada no passado dia 5 de março, o CEMFA falou sobre o contrato entre a BA11 e a AeroNeo, empresa que pretende implementar uma unidade de desmantelamento de aviões na chamada “Fábrica”, justificou que o mesmo está em curso.

Recorde-se que através do Despacho 8300/ 2017, publicado no Diário da República, 2.ª série — N.º 184 — 22 de setembro de 2017, onde os Secretários de Estado do Tesouro, Álvaro António da Costa Novo e da Defesa Nacional, Marcos da Cunha e Lorena Perestrello de Vasconcellos, determinaram “desafetar do domínio público militar e integrar no domínio privado do Estado, afeto à Defesa Nacional, e disponibilizar para rentabilização o imóvel designado por «Fábrica» composto por hangares e áreas anexas à BA11 — Beja, com a área de 113 621 m2, identificado na planta anexa ao presente despacho, do qual faz parte integrante, localizado no concelho de Beja”.

O despacho tem em vista autorizar o arrendamento, mediante ajuste direto, à empresa “AERONEO — Indústria, Comércio e Serviços Aeronáuticos, L.da, do imóvel designado por «Fábrica», localizado em Beja, ao abrigo da alínea g), do n.º 1 do artigo 61.º do Decreto -Lei n.º 280/2007, de 7 de agosto, mediante o pagamento da renda mensal de 40.170,00 €, atualizável anualmente de acordo”.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On