Elvas: INSÓLITO. Casa e carro de falecido assaltados durante o velório.

A residência e a viatura de Joaquim Canhoto que faleceu na quarta-feira, 3 de janeiro, foram assaltadas durante esta madrugada, durante o velório do falecido.

Segundo a Rádio Elvas, após a intrusão na residência (foto de cima), no Bairro da Boa Fé, em Elvas, na saída para Campo Maior, um número não identificado de indivíduos revolveu a mesma em busca de valores dos proprietários.

No interior da habitação estava a chave da viatura, estacionada no exterior, foi usada para abrir a mesma e assaltar o veículo.

A Rádio Elvas revela que o alerta foi dado esta manhã pelos vizinhos que se aperceberam que o portão lateral da casa estava aberto (foto de baixo, assinalada com um círculo), o que causou grande estranheza uma vez que o velório de Joaquim Canhoto estava a decorrer.

Personagem muito popular na cidade de Elvas, Joaquim Canhoto, conhecido como o “Franquito-A voz de ouro”, reformado da Guarda Fiscal, falecido vítima de um AVC tendo o seu funeral sido realizado às 11,00 horas desta sexta-feira.

Segundo apurou o Lidador Notícias (LN), Canhoto era um homem que “usava sempre muito ouro, nomeadamente, anéis e cordões”, sendo opinião generalizada que quem cometeu o assalto “conhecia muito bem o falecido e sabia ao que ia”, justificaram ao LN.

Este é um caso insólito e que segundo a Rádio Elvas, “não há memória deste tipo de assalto”, que revela “grande insensibilidade de quem perpetuou o crime”, estando a ser investigado pela Brigada de Investigação Criminal da PSP de Elvas.

Teixeira Correia

(jornalista)

Crédito das fotos: RÁDIO ELVAS

Share This Post On
970x90_logo