CTT: Reestruturação leva ao fecho de 22 lojas pelo país. Beja, cidade e distrito de fora.

Beja, cidade e distrito, ficam de fora do Plano de Reestruturação dos CTT, que leva ao encerramento de 22 lojas em todo o país. Não se confirmam os receios do encerramento do posto dos CTT no centro da cidade.

Os CTT confirmaram-se o fecho de 22 lojas dos Correios em todo o país, a maioria das quais na Grande Lisboa e Grande Porto, depois das notícias divulgadas pelo Eco e confirmadas pelo JN/Dinheiro Vivo junto da Comissão de Trabalhadores.

“Os CTT confirmam o Plano de adequação da sua rede envolvendo estes 22 Pontos de Acesso, inseridos nos mais de 2.300 existentes e dos mais de 4.000 agentes PayShop, que nesta fase ainda não tem data marcada”.

Empresa garante que os encerramentos não comprometem serviço e requisitos de densidade geográfica exigidos pelo serviço universal. Socorro, Junqueira, Filipa de Lencastre, Olaias (Lisboa), Camarate (Loures), Aldeia de Pai Pires (Seixal), Lavradio (Barreiro), Alpiarça (Santarém); Alferrarede (Abrantes), Asprela, Areosa, Galiza (Porto); Riba d’Ave (Vila Nova de Famalicão), Termas de São Vicente (Penafiel), Paços de Brandão (Santa Maria da Feira), Freamunde (Paços de Ferreira), Araucare (Vila Real), Universidade (Aveiro), Barrosinhas (Águeda); bem como Avenida (Loulé) são as lojas a encerrar em Portugal Continental, nas regiões autónomas estão previstos dois encerramentos: Calheta (Ponta Delgada) e Arco da Calheta (Madeira).

Na sua última edição, o Diário do Alentejo titulava que “Beja pode ficar sem posto dos CTT no centro da cidade”, situação que neste momento está fora de causa, segundo a lista confirmada pela administração dos CTT.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo