COVID-19: Nos números da DGS de 5ª feira há 59 casos no Alentejo.

Situação no dia 2 de abril: O Alentejo tem 59 casos positivos, mais 5 do que no dia de ontem. Não há vítimas mortais na região. Concelho de Beja volta a não surgir no relatório da DGS, Serpa aparece com 3 casos.

O número de casos de Covid-19 em Portugal subiu de 8251 para 9034 esta quinta-feira, um aumento de 9,4% (mais 783 novos infetados). Há 209 vítimas mortais, mais 22 do que ontem.

No relatório da DGS, no Alentejo estão referidos 59 casos, mais 5 do que ontem, surgindo pela primeira mês um município do distrito de Beja, Serpa com três casos e Beja sem referência, por “ter” segundo a DGS “menos de três casos”.

Segundo a DGS (https://www.dgs.pt/em-destaque/relatorio-de-situacao-n-031–02042020.aspx), Évora regista 15 casos positivos, Santiago do Cacém tem 6, Reguengos de Monsaraz com 5 casos Sines apresenta 4, Grândola tem 3 casos e Serpa também com 3 casos. No total, estes seis concelhos somam 36 casos positivos, pelo que os restantes 23 casos estarão distribuídos pelos restantes 41 concelhos da região.

Lidador Notícias reafirma os números publicados ontem

O Lidador Notícias (LN) apurou junto de fonte ligada ao sistema da Saúde/Proteção Civil que no distrito de Beja foi na manhã desta quinta-feira reafirmado que “a situação está igual ao dia de ontem”.

Assim reafirma-se a existência de 11 casos positivos (por concelhos: Serpa-5, Beja-3, Almodôvar-2 e Odemira-1), há 68 pessoas em vigilância ativa e 81 que aguardam resultados. Nos dados revelados hoje pela Direção Geral de Saúde (DGS) existem 59 casos positivos por Covid-19.

O concelho com mais casos é o de Serpa, com cinco pessoas infetadas, sendo que quatro são em Vila Verde de Ficalho, incluindo a utente do lar do Centro Social São Jorge e Senhora das Pazes e um na cidade de Serpa. No concelho de Beja, há três casos, situação que foi confirmada por Paulo Arsénio, presidente da Câmara Municipal de Beja e responsável da Proteção Civil Municipal, sendo que os mesmos estão ligados a um grupo de pessoas que regressou da Argentina, após uma viagem com escala em São Paulo, no Brasil.

Almodôvar apresenta dois casos, um deles é um emigrante de 60 anos, natural de Bragança e com residência há mais de 20 anos naquela vila, e que no passado dia 24 de março, viu confirmado como positivo o teste do Covid-19, naquele que foi o primeiro caso no distrito de Beja.

Em Odemira há também confirmado uma situação positiva, o de um cidadão de nacionalidade indiana, de 46 anos, que tinha chegado de Lisboa, e que viva na freguesia de Longueira/Almograve, cujo caso foi confirmado no dia 25 de março, pelos serviços da Proteção Civil Municipal daquele concelho.

Em quarentena, no Pavilhão Desportivo da Escola Básica EB 2,3, de São Teotónio, está um grupo de cerca de duas dezenas cidadãos nepaleses, ligados ao trabalho agrícola.

Caso do lar de Vila Verde de Ficalho

Uma idosa de um lar em Vila Verde de Ficalho (Serpa) está infetada com Covid-19 e internada no Hospital de Beja. O distrito de Beja tem onze casos positivos. O concelho mais afetado é Serpa.

Uma mulher, de 80 anos, utente do Centro Social São Jorge e Senhora das Pazes, em Vila Verde de Ficalho, concelho de Serpa, está infetada com Coronavírus e está internada no Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja.

A instituição tem 36 utentes e a octogenária apresentou sintomas da doença, foi transportada na segunda-feira pelos Bombeiros de Serpa para o Hospital de Beja onde fez os testes, e face ao estado de debilidade ficou internada. A instituição foi ontem informada do resultado, como positivo para Covid-19.

Ontem terão sido rastreados os restantes utentes daquela instituição, assim como os trabalhadores e os dirigentes.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo