Covid-19: Bélgica inclui Alentejo na zona laranja com “maior vigilância”.

Os viajantes que entrem na Bélgica oriundos do Alentejo  serão sujeitos a “maior vigilância” devido à pandemia da covid-19, segundo o ‘site’ do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) belga, que não especifica as medidas a aplicar.

Alentejo juntam, ainda que numa categoria menos grave, às 19 freguesias da Área Metropolitana de Lisboa que estão em estado de calamidade, o que obriga os seus residentes a fazerem obrigatoriamente um teste à Covid-19 e quarentena à chegada à Bélgica.

Governo exige que Bélgica retire Alentejo de zonas perigosas

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, exigiu esta segunda-feira que a Bélgica retire o Alentejo da lista de áreas consideradas arriscadas, sujeitando viajantes destas regiões a “maior vigilância”, e admitiu “surpresa” com a inclusão.

“Para mim, foi com surpresa que, hoje de manhã, […] tive conhecimento do aviso publicado no “site” do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Bélgica que, não só identificava as freguesias da área de Lisboa, como também as regiões do Alentejo”, disse o chefe da diplomacia portuguesa, falando aos jornalistas em Bruxelas após a reunião com os seus homólogos da União Europeia (UE).

Share This Post On
970x90_logo