Almodôvar: O alentejano Henrique Casimiro ganha Prémio de Torres Vedras.

“Cumpri a promessa da minha vida”, disse Henrique Casimiro a chorar, depois de ter terminado a etapa no Alto de Montejunto, onde conseguiu a vitória no Grande Prémio de Torres Vedras/ Troféu Joaquim Agostinho.

O corredor, de 33 anos, natural de Almodôvar, conseguiu a mais importante vitória da sua carreira como profissional, iniciada em 2009, ao conquistar o Grande Prémio de Torres Vedras/ Troféu Joaquim Agostinho, depois de ter sido segundo na classificação o ano passado e o terceiro lugar em 2013.

No ano em que terminou em terceiro lugar no Alto da Parque Eólico da Carvoeira, Henrique Casimiro, dirigia-se para o pódio quando recebeu a triste notícia de que a mulher Sylvie, num parto de risco, perdera a filha. O corredor alentejano, chamou-lhe “Estrelinha” e prometeu que haveria de ganhar o Grande Prémio de Torres Vedras/ Troféu Joaquim Agostinho e ontem concretizou a sua promessa.

O ano passado Henrique Casimiro venceu no Alto de Montejunto conseguindo a sua primeira vitória como profissional atrás de outro alentejano, este de Évora, José Fernandes. Este ano os papeis inverteram-se, tendo Fernando triunfado na etapa e Casimiro na Geral, tornando-se no terceiro alentejano a vencer o Grande Prémio de Torres Vedras/ Troféu Joaquim Agostinho, depois de Rui Duro, de Campo Maior, pelo Bom Petisco/Tavira, ter ganho em 1989, há 30 anos.

“Cumpri a promessa que fiz há seis anos, quando a minha “Estrelinha” partiu. Esta é a prova mais importante para mim, mais do que a Volta a Portugal. Estou muito feliz. Já posso partir hoje”, disse Henrique Casimiro a chorar a pensar na “Estrelinha” e apontando para o céu. O corredor de Almodôvar a residir em Boavista dos Pinheiros (Odemira) é pai de dois rapazes, Diogo , de 4 anos, que esteve no pódio final a acompanhar o progenitor, e Duarte, de 1 ano.

Henrique Casimiro começou a correr há 20 anos, no Desportivo Almodovarense, na companhia do seu afilhado e amigo Daniel Mestre e fizeram sempre o mesmo percurso em cima de uma bicicleta, com excepção da presente temporada em que Casimiro ficou na Efapel e Mestre foi para a W52/FCPorto. Pechão (Olhão), Águias de Alpiarça, Tavira, primeiro como amadores e depois como profissionais e há três anos na Efapel (Ovar). 

QUEM É QUEM

Henrique Casimiro (Efapel)- 1 vitória em 2019

(22-04-86*33 anos*Almodôvar*Prof: 2009*Vitórias até 2018: 1)

Vitórias: 0-2009 (Palmeiras Resort/ Prio/ Tavira), 0-2010 (Palmeiras Resort/ Prio), 0-2011 (Tavira/ Prio), 0-2012 (Carmim/ Prio), 0-2013 (Banco Bic/ Carmim/ Tavira), 0-2014 (Banco Bic/ Carmim/ Tavira), 0-2015 (Team Tavira), 0-2016 (Efapel), 0-2017 (Efapel), 1-2018 (Efapel: 5ª Etapa do Grande Prémio de Torres Vedras/ Montejunto)

Campeonato Nacional de Estrada: 13º em 2019

Campeonato Nacional de Contra-Relógio:

Ranking UCI/World: 403º em 2018

Ranking UCI/Europe Tour: 223º em 2018

Ranking Taça de Portugal/ Jogos Santa Casa: 7º Final 2019

Troféu Liberty Seguros: 71º Final 2018

Ranking APCP-Ciclista do Ano: 11º Final 2018

Vitórias (1): Grande Prémio de Torres Vedras/ Troféu Joaquim Agostinho

Outros resultados (TOP TEN): 9º na Geral do G.P. Beiras e Serra da Estrela, 3º na Clássica Aldeias do Xisto/ Taça de Portugal Jogos Santa Casa, 6º na 1ª Etapa, 5º na 2ª Etapa e 6º na Geral do Troféu “O Jogo”, 3º no Grande Prémio Anicolor, 10º no Prólogo, 4º na 4ª Etapa do Grande Prémio Jornal de Notícias (JN), 6º no Prólogo, 9º na 1ª Etapa, 2º na 2ª Etapa e 2º na 3ª Etapa do Grande Prémio de Torres Vedras/ Troféu Joaquim Agostinho

Classificações secundárias: Vencedor da Montanha do G.P. Beiras e Serra da Estrela, Vencedor da Montanha no Grande Prémio Anicolor, Vencedor dos Pontos e da Montanha Grande Prémio de Torres Vedras/ Troféu Joaquim Agostinho

Volta ao Alentejo 2019: 29º na Geral Individual

G.P. Beiras e Serra da Estrela 2019: 9º na Geral Individual, 1º na Montanha e 4º nas Metas Volantes

G.P. Torres Vedras/Trofeu Joaquim Agostinho 2018: 2ª na Geral Individual, 1º nos Pontos e 2º na Montanha

Volta a Portugal 2018: 10º na Geral Individual, 22º nos Pontos, 34º na Montanha e 14º no Kombinado

  • * Volta ao Algarve- Melhor Classificação: 37º em 2018 (Efapel)
  • * Volta ao Alentejo- Melhor Classificação: 24º em 2018 (Efapel)
  • * G.P.Torres Vedras- Melhor Classificação: 1º em 2019 (Efapel)

Historial da Volta a Portugal (7): 7º em 2016- Efapel e em 2017- Efapel, 10º em 2018- Efapel, 23º em 2013- Banco Bic/ Carmim/ Tavira, 37º em 2011- Tavira/ Prio, 48º em 2012– Carmim/ Prio e 58º em 2014- Banco Bic/ Carmim/ Tavira,

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo