Castro Verde: Preventiva para traficante com cadastro, detido três vezes pela GNR.

Fica em prisão preventiva o individuo detido pela GNR em Castro Verde por tráfico de estupefacientes. Foi a terceira detenção e é a segunda vez que está no Estabelecimento Prisional de Beja.

José Rodrigues, de 52 anos, detido pela terceira vez pela GNR pelo crime de tráfico de estupefacientes, ficou em prisão preventiva. Em fevereiro de 2013 foi condenado a cinco anos de prisão efetiva e em setembro de 2018, depois de cumprir a pena voltou a ser detido.

Obrigado a apresentações diárias no Posto Territorial de Castro Verde, “Zé dos Tacões”, como é conhecido no mundo da droga, foi detido na quinta-feira, após mais apresentação à GNR, tendo-lhe sido apreendidas 329 doses de heroína, 205 euros em numerário e um telemóvel.

Residente no lugar de Tacões, freguesia de São João dos Cadeireiros, concelho de Mértola, o arguido deslocava-se com regularidade ao Algarve onde adquiria o estupefaciente, que posteriormente vendia de forma direta aos consumidores, no concelho de Almodôvar.

“Dono de um vasto cadastro” por tráfico de estupefacientes, o indivíduo foi detido e condenado pela primeira vez em fevereiro de 2013 pena que cumpriu no Estabelecimento Prisional de Beja (EPBeja). Em liberdade, foi detido em Mértola, em setembro de 2018 por militares do NIC de Almodôvar, na posse de heroína e cocaína suficiente para 315 doses individuais e uma arma caçadeira.

“Zé dos Tacões”, deu de novo entrada no EPBeja na sexta-feira, tendo uma fonte do estabelecimento referido ao Lidador Notícias (LN) que “já conhece bem os cantos à casa”, concluiu.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo