Castro Verde: Lua-de-mel de família argentina termina em tragédia.

Terminou em tragédia a viagem a Portugal de uma família procedente de Rosário, Santa Fé, na Argentina, com a morte de duas mulheres, mãe e filha, na sequência de uma violenta colisão que ocorreu ontem em Castro Verde.

Cláudio Sauan, de 60 anos, e Marisa Parlatore, de 53 anos, celebravam a lua-de-mel, acompanhados de três familiares da mulher. A mãe, Evelina de Souza, de 77 anos, e os filhos, Juliana Brustia, de 20 anos, e Leonel Brustia, de 17 anos.

Os cinco argentinos deixavam Castro Verde tendo como destino Faro, quando a viatura em que seguiam foi abalroado por um veículo que circulava em sentido contrário, tendo como destino aquela vila alentejana.

Do violento embate lateral no veículo dos cidadãos sul-americanos, conduzido por Cláudio, resultou a morte imediata de Marisa e Evelina, tendo-se ainda registado quatro feridos, dois em estado grave e dois ligeiros, que foram transportados para o Serviço de Urgência do Hospital José Joaquim Fernandes, em Beja.

A violenta colisão ocorreu às 12,56 horas, no nó de Castro Verde da Estrada Nacional (EN) 2, a cerca de 500 metros da vila alentejana, quando uma viatura Opel, com a família argentina a bordo virou à esquerda, sem prioridade, para entrar no IP2, foi abalroada por uma carrinha Mercedes, que procedia de Aljustrel, conduzida por Eduardo Cavaco, um empresário do ramo dos combustíveis nesta localidade.

As vítimas mortais viajavam nos lugares dianteiro e traseiro do pendura, enquanto que os feridos graves são o condutor e a rapariga. O rapaz, quinto ocupante da viatura e, o condutor do outro veículo sofreram ferimentos ligeiros.

No local estiveram 33 operacionais dos Bombeiros Voluntários de Castro Verde, Aljustrel e Ourique, VMER de Beja, a SIV de Castro Verde, GNR e o helicóptero do INEM sediado em Évora, que acabou por não transportar qualquer dos feridos.

O trânsito na EN2 esteve encerrado nos dois sentidos durante três horas, até serem removidas as viaturas e feitas as peritagens dos militares do Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação do Comando de Beja da GNR.

Os corpos das duas vítimas mortais foram transportadas para o Gabinete Médico-Legal de Beja, onde vão ser autopsiadas.

O Lidador Notícias (LN) contatou a Embaixada da Argentina, em Lisboa, onde se recusaram tecer comentários sobre o acidente, sabendo o nosso jornal que estiveram em contato permanente com os profissionais do Serviço de Urgência do Hospital de Beja, para prestar apoio aos sobreviventes e auxiliar no seu regresso e também no tralado dos corpos das vítimas mortais.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo