Bloco de Esquerda: Apresenta Plano Ferroviário Nacional ligação Norte/Sul, da Guarda até Beja.

O Bloco de Esquerda (BE) apresentou no sábado uma proposta para o Plano Ferroviário Nacional que prevê um novo eixo no interior, com ligação por Beja.

Segundo o BE o novo eixo, garantiria uma ligação Norte/Sul, da Guarda até Beja, e depois até estação da Funcheira (foto da ferrovia da Estação de Beja, linhas de ligação a Moura e Funcheira), no concelho de Ourique, na linha de Lisboa para o Algarve.

Os bloquistas pretendem igualmente “reabilitar linhas de transporte de mercadorias que havia no Alentejo, como o ramal de Vila Viçosa/Borba.

De acordo com o Expresso, o Bloco de Esquerda quer alcançar os 40% de passageiros e de mercadorias em transporte ferroviário em Portugal e indicou que para tal basta um investimento anual equivalente a “um terço do que custa, este ano, o buraco do Novo Banco”, justificou a coordenadora bloquista.

“Aquilo que propomos é que o nosso país decida fazer nos próximos anos o investimento necessário para chegar aos tais 40% de transporte de mercadorias e de passageiros por ferrovia”, afirmou Catarina Martins, no Peso da Régua, durante a apresentação do Plano Ferroviário Nacional proposto pelo Bloco de Esquerda.

A coordenadora bloquista explicou ainda que o projeto do seu partido prevê um “aumento da capacidade produtiva nacional, nomeadamente utilizando as oficinas da Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário (EMEF) que têm sido desqualificadas para permitir a construção de material circulante necessário”.

Share This Post On
970x90_logo