Beja: Seis dos nove detidos por suspeitas de tráfico de droga ficam em prisão preventiva.

O juiz de Instrução Criminal do Tribunal de Beja, deu ontem a conhecer as medidas de coação. Seis dos nove detidos por suspeitas de tráfico de droga ficam em prisão preventiva.

O Juiz de Instrução Criminal decretou ontem a prisão preventiva a seis dos nove arguidos, oito homens e uma mulher, com idades compreendidas entre os 22 e os 39 anos de idade, apresentados pela primeira vez na quarta-feira pelo Ministério Público de Beja, acusados do tráfico de estupefacientes.

Dois dos arguidos ficam em liberdade, sujeitos à proibição de contatos e apresentações diárias no posto policial da área de residência e a mulher a termo de identidade e residência (TIR).

Suspeitos do tráfico de droga, foram detidos na madrugada de terça-feira, numa mega-operação conduzida pela Esquadra e Investigação Criminal (EIC) da PSP de Beja, culminando uma investigação que durava há nove meses.

As detenções tiveram como base o cumprimento de 13 mandados de busca a residências, 1 mandado de busca a estabelecimento comercial e 11 mandados de busca a veículos automóveis e culminou com a apreensão de 22.538 doses de haxixe, 9 veículos ligeiros de passageiros, 3 de grande cilindrada, 12.785 euros, 13 telemóveis, armas, equipamento informático e fotográfico, artigos de joalharia e metais preciosos.

Dada a complexidade e perigosidade dos suspeitos, a operação da EIC contou com o apoio da Unidade Especial de Polícia (UEP), através do Corpo de Intervenção (CI) de Faro e Lisboa, Grupo de Operações Especiais (GOE) e Grupo Operacional Cinotécnico (GOC) e de diversas valências da PSP de Beja, que envolver perto de uma centena de operacionais.

Depois de conhecidas as medidas de coação os seis arguidos foram conduzidos pela PSP para o Estabelecimento Prisional de Beja, onde vão aguardar julgamento.

Share This Post On