Beja: Roubou mulher com faca e furtou a casa de um padre e a Biblioteca.

Cometeu vaga de furtos em novembro de 2010, em Beja, e depois de ausente do país, começou ontem a ser julgado. Assaltou mulher na rua com faca e entrou em casa de um padre e na biblioteca.

BEJA- Tribunal Fachada_800x800Um individuo de 27 anos, começou ontem (terça-feira) a ser julgado no Tribunal de Beja acusado de cinco crimes, que terão sido cometidos entre novembro de 2010 e abril de 2011, todos praticados na cidade alentejana, alguns dos quais em conluio com outros arguidos já julgados e condenados.

Daniel M, só agora está a ser julgado em virtude de ter estado ausente do país, ao que tudo indica em parte incerta, quando inquirido pela juíza se queria falar sobre as acusações, este remeteu-se ao silêncio.

O indivíduo está acusado de em quatro ocasiões, no mês de novembro, de ter furtado da casa de um padre uma televisão, um telemóvel, ouro, moedas e medalhas, terços e um crucifixo, tendo depois na mesma noite entrado na Biblioteca José Saramago de onde foram furtados dois computadores portáteis, uma pen e uma placa internet.

Alguns dias depois o jovem destruiu uma cabine telefónica em vidro, de um posto telefónico público, propriedade da Portugal Telecom (PT).

Antes do final desse mês de novembro, em plena via pública, Daniel terá apontado uma faca à barriga de uma mulher e levou-lhe a mala com documentos, dinheiro e dois telemóveis

A ronda de furtos e roubos “parou” em abril de 2011, quando, ajudado por outros arguidos, furtou, também na via pública, um motociclo no valor de 1.800 euros.

Alguns dos bens levados aos seus legítimos proprietários viriam a ser encontrados na posse do arguido e dos seus companheiros, por agentes da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Beja.

Além das acusações da autoria dos cinco crimes, a Daniel, o padre e a PT moveram dois processos cíveis, onde exigem indemnizações de 800 e 413 euros, respetivamente, como reparação pelos danos causados.

Crimes

13 de novembro de 2010: Furto qualificado de casa de um padre, televisão, telemóvel, ouro moedas e medalhas, terços e um crucifixo.

13 de novembro de 2010: Furto qualificado na Biblioteca de Beja, dois computadores portáteis, pen e placa internet.

16 de novembro de 201o: Dano qualificado, destruiu a cabine telefónica em vidro de posto telefónico público da PT.

22 de novembro de 2010: Roubo, apontou faca à barriga de uma mulher e levou-lhe a mala com documentos dinheiro e dois telemóveis.

24 de abril de 2011: Furto, um motociclo no valor de 1.800 euros

Pedidos indemnizações cíveis: Padre: 800 euros e PT: 413 euros

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo