Beja: Resialentejo, vai adquirir cinco viaturas ligeiras de recolha de recicláveis.

A Resialentejo abriu um concurso público para a aquisição de cinco viaturas ligeiras para recolha de recicláveis, com o valor do preço base de 195.000.00 euros.

Foi publicado em Diário da República o anúncio do concurso público que a Resialentejo-Tratamento e Valorização de Resíduos, E. I. M. abriu para a aquisição de 5 viaturas ligeiras de recolha de recicláveis, concurso que tem um valor do preço base do procedimento de 195.000.00 euros.

O concurso tem como critério de adjudicação, a proposta economicamente mais vantajosa. Foram ainda fixados fatores e eventuais subfatores acompanhados dos respetivos coeficientes de ponderação: 1- Preço 60%, 2- Custo de manutenção 25%, 3- Prazo de garantia 10%, 3.1 Viatura 5%, 3.2 – Caixa/superestrutura 5% e 4- Prazo de entrega 5%.

QUEM É QUEM

RESIALENTEJO – Tratamento e Valorização de Resíduos, E.I.M. é uma empresa intermunicipal(empresa pública) criada pela AMALGA – Associação de Municípios Alentejanos para a Gestão do Ambiente em Maio de 2004 e desde Junho desse ano que é responsável pelo Sistema de Tratamento e Valorização de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) do Baixo Alentejo.

RESIALENTEJO dá destino final aos resíduos indiferenciados (resíduos que não são separados) provenientes da recolha municipal e aos materiais recicláveis depositados nos ecopontos/ecocentros dos concelhos de Almodôvar, Barrancos, Beja, Castro Verde, Mértola, Moura, Ourique e Serpa, que no total corresponde a uma área geográfica de 6.650 Km2 e cerca de 95.866 habitantes (Censos 2011).

A sede da empresa e as principais infra-estruturas para o tratamento de resíduos encontram-se localizadas no Parque Ambiental do Montinhosendo estas: o Aterro Sanitário e o Centro de Triagem.

Nos concelhos de Beja, Barrancos, Castro Verde, Mértola e Serpa a empresa dispõe ainda d5 Ecocentros e 4 Estações de Transferênciae uma rede de 476 ecopontos.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On