Beja: Reabertura dos monumentos religiosos, considerada positiva.

A Câmara Municipal de Beja assumiu, de forma transitória, a abertura, desde 1 de agosto, a abertura de três edifícios religiosos. Em média, por dia, visitaram os espaços 50 visitantes.

Os espaços em causa são a Ermida de Santo André, Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres e Capela de Nossa Senhora do Rosário, tendo a autarquia substituindo no processo a “APT – Associação Portas do Território”, até ter concluídos os novos formalismos jurídicos de gestão.

Na sua página de facebook, o presidente da Câmara de Beja, refere que “nos primeiros 9 dias de fruição pública, os edifícios religiosos abertos pela CM Beja registaram as seguintes afluências: Ermida de Santo André – 73 visitantes (aberta de Terça a Sábado das 10.00 às 13.00), Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres – 125 visitantes (aberta de Terça a Sábado das 14.30 às 18.30), Capela de Nossa Senhora do Rosário – 252 visitantes (aberta de Terça a Sábado das 10.00 às 13.00 e das 14.30 às 18.30). Total: 450 visitas, média de 50 visitantes por dia”.

Na sua página de facebook, o presidente da Câmara de Beja, aborda a questão da gestão da “APT – Associação Portas do Território”, e da reabertura de alguns espaços religiosos encerrados.

No final do passado mês de julho, Paulo Arsénio, justificava que “tendo a nova C.M.Beja herdado uma situação muito, muito complexa no âmbito da “APT – Associação Portas do Território”, na qual partilha responsabilidades várias com a Diocese, no que concerne a manutenção/abertura de alguns espaços de carácter religioso da cidade, podemos avançar que as coisas começam a solucionar-se”.

A autarca sustentou que se “realizaram no início de Julho eleições para os novos órgãos sociais da APT” e, enquanto decorrem os formalismos para instalação em termos jurídicos legais, “foi desde logo decidido reabrir um conjunto de espaços da cidade que há muito se encontravam encerrados e que irão valorizar – e de que maneira – a oferta cultural e turística da cidade”.

A Diocese já tinha feito a reabertura da Igreja do Pé de Cruz e a Sé Catedral de Beja e a CM Beja passava a assegurar de forma transitória a abertura dos restantes espaços. Os horários da Ermida de Santo André, Igreja de Nossa Senhora dos Prazeres (na foto) e Capela de Nossa Senhora do Rosário, vão estar em vigor até 31 de outubro podendo ser revistos a partir de 1 de novembro, data em que a APT se substituirá à CM Beja na responsabilidade de abertura dos espaços acima identificados.

O autarca justificou na altura, ser importante “Valorizar e Promover Beja”, voltando a colocar à disposição de munícipes e visitantes “o que de melhor temos para mostrar, é algo por que nos batemos e para que tentamos encontrar diariamente soluções, nem sempre fáceis/possíveis”.

A terminar, Paulo Arsénio sustentou que “em diálogo com as instituições para que em conjunto possamos construir um Concelho do qual nos orgulhemos cada vez mais”, rematou.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On