Beja/ Odemira: Desacatos envolvendo cidadãos indianos faz sete feridos.

Desacatos entre população de Baleizão (Beja) e cidadãos asiáticos, faz cinco feridos. Mais dois feridos em São Teotónio (Odemira) numa rixa entre trabalhadores indianos fez dois feridos.

Por motivos que estão a ser apurados pela Guarda Nacional Republicana, uma rixa na noite de sexta-feira, entre residentes em Baleizão, concelho de Beja, e cidadãos asiáticos provocou 5 feridos, um dos quais em estado grave que se encontra ainda internado no Serviço de Urgência (SU) do Hospital de Beja.

Outro caso ocorrido já durante a madrugada de sábado em São Teotónio, concelho de Odemira, de agressões entre indianos, registaram-se dois feridos ligeiros.

Os cidadãos asiáticos, quatro indianos e um paquistanês, com idades compreendidas entre os 20 e os 41 anos, residem numa habitação na chamada “Aldeia de Baixo”, em Baleizão e dedicam-se aos trabalhos agrícolas nas diversas propriedades do concelho de Beja.

Por motivos não apurados, uma discussão entre naturais de Baleizão e os asiáticos, levou a que os locais se munissem de paus e agredissem os asiáticos na imediação da sua habitação, localizada na rua da Escola, próxima do antigo posto da GNR. Da refrega, que ocorreu das 22,15 horas de anteontem, resultaram cinco feridos, todos asiáticos, estando ainda um paquistanês, de 28 anos, internado no SU do Hospital de Beja.

Segundo apurou o Lidador Notícias (LN) quando a GNR foi acionada já os ânimos tinham serenado, tendo depois os militares tomado conta da ocorrência, identificando os feridos internados, para perceber as circunstâncias em que se deram as agressões e procurar identificar os agressores.

No local estiveram os bombeiros de Beja com 3 ambulâncias e 8 operacionais, para transportarem os feridos para a unidade de saúde.

Agressões entre indianos em São Teotónio (Odemira)

Cerca das 00,45 horas deste sábado a GNR do posto de São Teotónio foi alertada para uma altercação entre cidadãos indianos residentes em duas casas daquela localidade e que se dedicam a trabalhos agrícolas nas estufas existentes naquela freguesia do concelho de Odemira.

Segundo apurou o LN junto de fonte do Comando Territorial da GNR, “tudo terá começado na sequência de uma festa de aniversário numa das habitações. Dois indivíduos do outro espaço entraram em conflito e estando em menor número chamaram amigos e a situação descambou”, justificou.

Da refrega resultaram dois feridos que foram transportados por meios próprios para o Centro de Saúde de Odemira, uma vez que nos bombeiros locais não há qualquer registo de transporte da ocorrência.

Na página de facebook, um cidadão de São Teotónio escreveu sobre a situação: “andam à porrada com enxadas e a partir tudo. Parece uma autêntica Guerra Civil. Muita gente previu, mas os nossos governantes e quem está a encher os bolsos com as rendas nunca quiseram admitir. Cada vez mais envergonhado de viver nesta terra …”, justificou.

Teixeira correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo