Beja: Indivíduo condenado a 4 anos de prisão por abuso de duas menores.

Um indivíduo que abusou de duas raparigas menores, foi condenado a 4 anos de prisão efetiva. O indivíduo tinha sido convidado pelos pais das vítimas para passar um fim-de-semana em Ourique.

Um Coletivo de Juízes do Juízo Criminal de Beja, condenou a 4 anos de prisão efetiva, em cúmulo jurídico, um individuo de 31 anos, pela prática de dois crimes de abuso sexual de crianças, perpetradas contra duas raparigas menores que à data das sevícias tinham 11 e 13 anos.

Pelo crime cometido contra a mais velha das vítimas, Tiago Nóbrega, residente da Quinta do Conde (Sesimbra), foi condenando a 3 anos e 6 meses de prisão e pelos abusos à mais nova, a 1 ano e 6 meses. Foi ainda condenado a pagar a cada uma das vítimas uma indemnização de 5.000 euros.

Os factos caso ocorreram na madrugada do dia 26 de agosto de 2018, no Monte do Assobio, na freguesia e concelho de Ourique, onde o casal e as filhas, também residentes na Quinta do Conde, se tinham instalado para passarem uns dias de férias e o tinham convidado, tal como a outro amigo.

O casal, as menores e os dois amigos deslocaram às festas de Garvão e foi depois de regressarem que o indivíduo, “entrou no quarto onde dormiam as menores e procedeu à manipulação genital a uma e a carícias em zona erógenas à outra”.

Ao arguido, que confessou os factos, a juíza Ana Batista, presidente do Coletivo de Juízes, afirmou que “espero que nesta fase já tenha interiorizado a gravidade dos seus atos e só a prisão efetiva o pode fazer repensar a suas atitudes”.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On
970x90_logo