Your SEO optimized title

Beja: Homicida de irmão a tiro de caçadeira, apanha 15 anos de prisão.

Analídio Luís, o homem que em 17 de junho de 2015, matou o irmão com um tiro de caçadeira, com cartuxo de zagalote, munição para abater javalis, foi condenado, em cúmulo jurídico, a 15 anos de prisão.

BEJA- Homicida_800x800O arguido foi condenado a 14 anos de prisão por um crime de homicídio simples agravado e mais 2 anos pelo crime de detenção de arma proibida.

O homicida tinha chegado a julgamento acusado de um crime de homicídio qualificado que em fase de julgamento passou a agravado, mas o fato de o Coletivo de Juízes, ter considerado que não “premeditação na morte do irmão” viu a classificação do crime baixar para simples.

Analídio Luís, vivia com o irmão no monte Vale Gomes, em Longueira, concelho de Odemira, assumiu durante o julgamento que matou Manuel Luís, mas que fora “sem intenção”, nunca esclarecendo as verdadeiras motivações para o seu ato.

Durante o julgamento e a leitura do acórdão o homicida nunca encarou de frente, Aldina Ramos, a filha da vítima e sua sobrinha. Após a pronúncia dos 15 anos de prisão a mulher saiu do tribunal num choro compulsivo, não tendo querido prestar declarações.

A defensora do arguido disse ao LN que vai “analisar o acórdão e muito provavelmente recorrer da sentença”, já que defendera uma punição até 5 anos de prisão.

Analídio foi conduzido para Estabelecimento Prisional de Beja, onde se encontra em prisão preventiva, com o mesmo estatuto processual, até que a pena transite em julgado.

Teixeira Correia

(jornalista)

Share This Post On